in

Big Mouth é a aposta da Netflix para chocar e entreter

Netflix

Na década 80, os Simpsons vieram rompendo barreiras e trouxeram um humor subversivo que se valia da baixa inteligência da classe média norte-americana. Já nos anos 90, foi a vez de South Park levar os limites mais além, zoando religiões, deficiências, sem esquecer, é claro, o American Way of life.

Quase como uma junção dos dois anteriores, os anos 2000 trouxeram Family Guy como a quebra de paradigma na animação adulta, acrescentando relações íntimas entre a família, com animais e mais uma série de quebras de tabus na TV fechada.

Embora muitas outras comédias de animação adultas tenham surgido nesse meio tempo, com algum destaque para Ricky e Morty, nenhuma delas fez tanto barulho como Big Mouth, aposta da Netflix para o gênero. 

Animação autobiográfica

Big Mouth é uma série animada de comédia adulta criada por Nick Kroll, Andrew Goldberg, Mark Levin e Jennifer Flackett. Exibida pela Netflix, seu primeiro episódio foi transmitido dia 29 de setembro de 2017. A animação traz a história de Nick e Andrew – claramente autobiográfica – melhores amigos no colegial e o ambiente escola-família-amigos que os cerca, com as descobertas e revoluções da puberdade.

O Big Mouth do título serve tanto para justificar os traços dos personagens caricatos, como a ousadia narrativa, que aborda temas como carinho íntimo, relações ,carinho íntimo, hormônios, carinho íntimo, paixão, intimidade, descoberta da sexualidade, e um pouco mais sobre carinho íntimo. E do lado masculino e feminino, o que é mais legal. 

Grande mala preta das nossas vidas, a puberdade é sem dúvida motivo de muito riso e muita chacota, e o triunfo da série é falar sobre isso sem meias palavras. Tanto que existem os monstros hormonais como personagens que guiam o comportamento dos protagonistas, ótima sacada da animação. A série ao mesmo tempo é esclarecedora e constrangedora, e esse mix faz dela aquela série a ser vista – talvez sozinho – e que certamente vai deixar um riso no rosto e talvez provoque até saudade dessa mastur….. digo, conturbada época. 

Avatar

Escrito por Bene!

Um curioso acima de tudo. Amante das artes, busco viver sem rótulos e explorar o que a alma pede. Escrevo sobre o que gosto, amo, odeio, me faz pensar e me faz sentir. Espero que minhas ideias, palavras e ações sejam meu legado. Bem vindos e espero que gostem. Críticas, dúvidas e sugestões: falecomobene@gmail.com

Next post

Bohemian Rapsody é tributo à genialidade de Freddie Mercury

Susana Vieira revela que está travando dura batalha contra câncer