in

Testemunhas de Jeová tentam converter fãs de Anitta no Rock in Rio e proíbem festivais

Jana Sampaio/VEJA + Marta Ayora/TMDQA!

A noite deste sábado (5) foi marcada pelo show de Anitta no Rock in Rio, uma das atrações mais aguardadas do evento musical. Antes do início dos shows, nos portões que dão acesso para a Cidade do Rock, homens e mulheres faziam uma vigília, exibindo cartazes que ensinavam o público o passo a passo para se formar uma família abençoada.

Desde o início do evento, cerca de 100 integrantes da Congregação Testemunha de Jeová estão se revezando na entrada do festival. Os voluntários são de diferentes regiões da cidade carioca, e chegam até a Cidade do Rock por meio de transporte público, para debater alguns temas que eles julgam serem propícios para o público do evento, relacionados com a religião.

Publicidade

De acordo com o líder do grupo, desde que iniciaram os trabalhos, cerca de 350 pessoas pararam para ouvir as suas mensagens. Por se tratar de um local com alto consumo de bebidas alcoólicas, Waldeck Prado, um militar reformado de 54 anos, disse que os membros da religião são instruídos a não responderem ofensas e agressões por parte do público.

Homossexualidade

Uma das bandeiras levantadas pelo grupo é o fim de práticas consideradas pecaminosos. Uma delas diz respeito à homossexualidade: uma vez convertido a religião Testemunha de Jeová, os praticantes devem abandonar imediatamente este hábito, conforme disse Waldeck.

Publicidade

Eventos Musicais

Além disso, frequentar eventos musicais como o Rock in Rio é uma prática totalmente descartada pelos integrantes da religião. Waldeck descreve este hábito como mais um daqueles que devem ser extintos.

Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Horóscopo semanal: previsão para os signos de Libra a Peixes (7 a 13)

Resumo Bela, a Feia (07/10): Dinho revela seu amor por Valentina