in

Castlevania desembarca na Netflix na forma de mangá e faz alegria dos gamers

Netflix
Publicidade

A crise de bons roteiros em hollywood acabou bebendo da fonte mais improvável, que são os games. Verdade que há tempos os jogos tem ficado mais e mais elaborados e com isso aumentado a sanha dos estúdios, adaptando suas histórias para mídias diferentes. 

Nesse contexto, até que demorou para que um dos grandes sucessos do realismo fantástico medieval ganhasse sua vida fora dos games. Castlevania, mistura de castelo e transilvânia é uma história focada na luta de uma família, os Belmont contra o Drácula e seus asseclas. 

A série Castlevania é uma das mais famosas séries da Konami, e possui títulos que já foram lançados para diversas plataformas, incluindo Nintendo Entertainment System, Super Nintendo Entertainment System, Nintendo 64, Game Boy, Game Boy Advance, Nintendo DS, Nintendo 3DS, Wii, Sega Mega Drive, Sega Saturn, PlayStation, PlayStation 2, Playstation 3, PlayStation Portable, Xbox, XBox 360, PC Engine, Commodore 64, Sharp X68000, Commodore Amiga, PC MS-DOS e Microsoft Windows. Outros jogos também já foram lançados para celulares e PCs de bolso.  

Publicidade
Publicidade

Agora, a Netflix trouxe para sua plataforma stream o jogo, contado de maneira linear em 4 episódios, já renovados para mais 8 em 2018. 

A série é sombria, bem desenhada, com muito palavrão, sangue e uma pegada meio Game of Thrones, já assumida pelos executivos da Netflix. A obra de Bram Stoker é a fonte primordial que serve de base para toda a mitologia da série, que até já tentou fazer um tipo de crossover com os livros, sendo mais focada no reboot de 2010. Curiosamente, o braço direito do Conde Drácula é um shinigami, ou Deus da Morte, personagem central de outra obra da emissora stream, Death Note. 

Houve um tempo que a HBO era a grande produtora de conteúdo inovador….parece que a empresa de los gatos está deixando o canal de televisão para trás. 

Publicidade
Bene!

Escrito por Bene!

Um curioso acima de tudo. Amante das artes, busco viver sem rótulos e explorar o que a alma pede. Escrevo sobre o que gosto, amo, odeio, me faz pensar e me faz sentir. Espero que minhas ideias, palavras e ações sejam meu legado. Bem vindos e espero que gostem.

Next post