in

As piores bilheterias de 2019 até o momento

Cópias
Publicidade

Por vezes filmes pouco divulgados conseguiram surpreender nos cinemas, mas essa está longe de ser uma regras. O pior é quando filmes que investiram em divulgação não conseguem chamando a atenção do público e colhe resultados horríveis nos cinemas. Saiba agora quais filmes decepcionaram nos cinemas em 2019.

Hellboy 

Publicidade

Esse foi sem sombra de dúvidas uma das mais maiores decepções do ano, não só nas bilheterias é bom dizer, o filme não conseguiu cativar o público em nada e o personagem principal às vezes se tornava chato, pelo número exaustivo de tentativas de piadas bem fracas. Nem Guillermo del Toro na direção deu rumo ao trabalho, que arrecadou apenas U$41 milhões no mundo. 

Cópias  

Publicidade

Keanu Reeves se aventurou em um filme de ficção científica que olha…deu um prejuízo estrondoso, provavelmente você nem escutou falar desse filme, não é para menos, com um orçamento de U$30 milhões, o longa conseguiu faturar nas bilheterias apenas U$8 milhões, quase quatro vezes menos do que foi gasto. 

Calmaria 

O filme que tinha Matthew McConaughey e Anne Hathaway como seus personagens principais foi outro que acabou no prejuízo. Foram arrecadados apenas U$11 milhões no mundo inteiro, valor que fica muito abaixo do que foi investido para a realização do filme. 

MIB: Homens de Preto – Internacional 

Aqui nós tivemos uma bilheteria maior, até pelo tamanho que a franquia tem e que acaba chamando os fãs para as telas de cinema. Mas é justamente pelo tamanho do nome, que os números não foram bons, mesmo chamando o Thor para o elenco e incluindo uma mulher, como gesto de representatividade, o resultado foi bastante abaixo do esperado, rendendo apenas U$186 milhões nas bilheterias. 

Publicidade
Avatar

Escrito por Mari

Alguém que curte escrever sobre entretenimento e diversidades.

Next post

Geraldo Luis passa mal ao vivo durante o Balanço Geral, e Record toma providências

Sandra decide falar sobre Maju e defende atuação da colega de trabalho: ‘ela está muito bem’