in

Bomba! Bruno Gagliasso não renova coma a Globo

Globo
Publicidade

A Globo demitiu nos últimos dias cerca de 100 funcionários da área do entretenimento. E em breve um nome de peso da emissora deixará de ser funcionário fixo, Bruno Gagliasso publicou em suas redes sociais nesta quinta-feira (dia 7 de Novembro) um anúncio sobre o fim de seu contrato com a Globo.

O pedido partiu na verdade do ator, já que o contrato ainda tinha longa duração.

Publicidade

Segundo Bruno, a intenção não é de não trabalhar na emissora, muito pelo contrário, a idéia é de trabalhar por hora, situação na qual vários atores já se encontram atualmente. Para ele, um contrato por obra lhe dará maior “liberdade artística” para definir em qual projeto ir ou não. A Globo tem feito mudanças nos contratos de seus atores e atrizes nos últimos anos, os deixando livres para negociar por obra. Assim, a exclusividade de artistas comum durante o início dos anos 2000 tem acabado.  

O grande problema do contrato fixo é que ele muitas vezes possuía salários gordos, assim quanto mais tempo o artista ficasse sem trabalhar, mais dinheiro era gasto com alguém que não estava produzindo na emissora. É bom destacar novamente, que como já citado, esse não é o caso de Bruno Gagliasso, que pediu a quebra de contrato. A Globo entendeu os motivos do ator e a negociação foi toda feita com tranquilidade. 

Publicidade

Apesar de parecer algo negativo, estar “livre” de um contrato fixo é algo positivo para os atores no cenário atual. Afinal, existem várias empresas apostando em minisséries ou longas, a Netflix e HBO são alguns exemplos. Assim, o artista passa a ter liberdade de “flutuar” entre emissoras e participar de formatos distintos de entretenimento, não ficando preso apenas nas novelas e conteúdos de uma emissora. 

Publicidade
Avatar

Escrito por Mari

Alguém que curte escrever sobre entretenimento e diversidades.

Next post

Após acidente, estado de saúde de Sérgio Reis é revelado; cantor bateu a cabeça

Kylie Jenner é flagrada sem maquiagem e a diferença é inacreditável