in

Coldplay e seu novo álbum: Everyday Life

Publicidade

Surpreendendo novamente, Chris Martin teve várias críticas ao novo álbum que pendem para os dois lados, para o bom e o ruim, lançado recentemente, dia 22 de novembro. Segundo a revista Veja, o álbum é muito bom no início, mas vai ‘perdendo o gás’ até o final.

Para dar uma variada, Everyday Life conta com duas partes: Sunrise e Sunset, nascer e pôr do sol, respectivamente. A primeira faixa, a de abertura, é instrumental tocada por um quarteto de cordas.

Publicidade

Conhecida como uma grande banda de pop rock, é possível encontrar o desejo de expandir o horizonte de suas músicas, a partir de suas melodias e a letra em si. E com esse álbum, isso fica bem evidente com os convidados fora do mundo pop: o pianista Jacob Collier, a cantora Norah Saqur e o filho e neto do nigeriano e criador do afrobeatFelaKuti, Femi e OmorinmadeKuti, respectivamente.

Dentre vários temas que o álbum procurou abordar, os que mais se destacam são: racismo, tolerância religiosa, controle de armas, guerras e, logicamente, amor.

Publicidade

Nas faixas sobre tolerância religiosa, Martin não suaviza para solicitar a união das religiões e que as guerras em nome da religião precisam acabar. Quanto às faixas sobre amor, além do amor romântico presente em diversas das músicas da banda inglesa, uma música em especial, Daddy, foi composta por Martin para homenagear o pai.

Outros álbuns de Coldplay

O último álbum da banda britânica foi Head Full ofDreams lançado em 2015. E é por isso que esse novo álbum foi um tanto criticado. Contudo, de acordo com a gravadora de Coldplay, Parlophone, um novo álbum já está a caminho.

De acordo com a Music Week, Chris Martin não quer esperar mais tanto tempo para lançar outros álbuns.

Publicidade
Avatar

Escrito por Mari

Alguém que curte escrever sobre entretenimento e diversidades.

Next post

Saiba qual filme a Globo exibe na Sessão da Tarde de hoje (26/11)

Funcionária de Ratinho foi à polícia após chute do apresentador e detalhes são revelados