in

Amor Sem Igual (RecordTV): na substituta de Topíssima, Heitor Martinez viverá Bernardo

RecordTV
Publicidade

Em Amor Sem Igual, nova novela das oito, substituta de Topíssima, na RecordTV, Heitor Martinez viverá Bernardo.

Depois de um breve período na Globo, atuando em O Sétimo Guardião (2018), Heitor Martinez está de volta a RecordTV. Aos 51 anos, o ator se prepara para viver Bernardo, na próxima novela das oito. Na trama de Cristianne Fridman, mesma autora da atual Topíssima, Heitor viverá um tipo duvidoso. Bernardo é um homem apessoado, elegante, que trabalha como chefe de segurança da agência BRAS TALENTOS ESPORTIVOS. Nas horas vagas, ele presta serviços escusos para Tobias (Thiago Rodrigues), um dos vilões da trama, que promete tocar o terror na vida dos mocinhos.

Bernardo é machista e prepotente

Além de mostrar um caráter duvidoso, Bernardo também mostrará que é um homem machista e revoltante. Sempre que vai ao Mademoiselle Olympia Night Club, o segurança trata de maltratar todas as garotas com as quais se envolve.

Publicidade
Publicidade

Uma de suas presas preferida é Cindy (Juliana Lohmann), que corta um dobrado na mão do rapaz. Amor Sem Igual será ambientada em São Paulo, diferente de Topíssima, atualmente em exibição, que está usando o Rio de Janeiro como pano de fundo.

Amor Sem Igual tem mesma autora e diretor de Topíssima

Nesta nova trama das oito, Cristianne Fridman e Rudi Lagemann voltam a repetir a parceria de sucesso, conquistada com a atual Topíssima. A produção do folhetim é uma parceria da RecordTV com a Casablanca, produtora de conteúdos independente.

A estreia do folhetim está marcada para o próximo dia 10 de dezembro, por volta das 20h30 da noite, logo após o Jornal da RecordTV.

Publicidade
Avatar

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Next post

Resumo Avenida Brasil (Globo) 6/12: Carminha deixa Jorginho intrigado

Resumo Ouro Verde 06/12: Bia revela para Mônica que Antônio tinha provas contra Miguel