in

Resumo A Escrava Isaura (27/12): Leôncio manda seus homens se armarem

RecordTV
Publicidade

No capítulo de A Escrava Isaura, na RecordTV, nesta sexta-feira, 27 de dezembro, Leôncio manda seus homens se armarem.

Ainda no capítulo, Helena confessa para Gabriel que eles são irmãos. Leôncio conversa com Isaura, que está acorrentada. Henrique e Miguel combinam de invadir a fazenda de Leôncio. Flor conta para Belchior os planos que Miguel tem em mente.

Publicidade

Tomásia fica preocupada com Gabriel. Helena não consegue parar de chorar. Leôncio chama Rosa, querendo que ela se vista de Isaura, porém, ela não consegue se passar pela escrava, despertando a fúria de Leôncio.

André planeja libertar Isaura, em A Escrava Isaura

Querendo libertar Isaura de uma vez por todas, André convoca os negros para ir à fazenda, dando conta de libertá-la. Com ódio no coração, Leôncio determina que esquentem o ferro de marcar gado, pois irá castigar Isaura.

Publicidade

Em seguida, o fazendeiro determina que Isaura seja levada para o pelourinho. Perpétua tenta entrar na mente de Álvaro, querendo que seu filho assuma compromisso com Branca, casando-se com ela, pois considera a jovem um ótimo partido para ele.

Gabriel chora por causa de Helena
, em A Escrava Isaura

Jurando sobre a bíblia, Sebastião confirma que Gabriel e Helena são irmãos. Gabriel, mesmo com o coração sofrendo, despede-se de Helena. Miguel dá tchau para violeta. Depois de revelar para Gabriel que são irmãos, Helena desabafa com Diogo.

Flor-de-Lis revela para Martinho sobre os planos de Isaura, que planeja fugir da fazenda de Leôncio. Mais tarde, Leôncio ordena que seus funcionários se armem. Leôncio arruma sua chibata para castigar Isaura.

Publicidade
Avatar

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Next post

Resumo Amor Sem Igual (27/12): Miguel tem revelação chocante de Furacão

Resumo Caminhos do Coração (27/12): Marcelo implora por sua liberdade