in

The Walking Dead começa a fase mais desafiadora com grande dificuldade

Publicidade

Você já imaginou assistir The Big Bang Theory sem Sheldon Cooper? Sobrenatural sem Dean ou Sam? Stranger Things sem elevem? Bem, difícil né? Não que nestas séries não existam outros personagens que despertem o interesse dos fãs, mas naturalmente praticamente todas as séries da TV ficam um tanto quanto dependentes de seus personagens principais, mesmo aqueles que não eram pra ser mas acabam virando a partir do carinho dos fãs.  

Pois bem, foi exatamente nesse cenário que The Walking Dead se viu no ano de 2019, muitos fãs indignados simplesmente largaram a série após a saída de Rick Grimes, outros deram um crédito de alguns episódios para ver o desenrolar da história. O fato é que a série nunca esteve tão próxima de um fim como neste ano, e apesar de tudo isso, consegue apresentar uma história até certo ponto interessante e de potencial. 

Publicidade

A apresentação dos sussurradores, bem como a caracterização de Alpha e Beta dentro da série foi muito bem feita. A maneira como os personagens assimilaram a viveram suas vidas após o sumiço de Rick, assim como a estruturação distinta das comunidades também se apresentaram como pontos interessantes nos primeiros episódios sem Rick. 

Porém, passada a necessidade de se tirar as primeiras dúvidas, os fãs se depararam com uma série cheia de dificuldades em os cativar para novos personagens, e esse seria um ponto super importante, afinal muitos personagens se foram e todos acabam esperando muito de Carol, Daryl, Michonne e Negan, que nem sempre aparecem na frequência desejada. Aliás, Negan finalmente ganhou maior importância para a história agora, antes da parada para fim de ano. Como se não bastasse, Jesus, Henry e Tara, personagens com potencial para cativar o público, foram sacrificados em mortes bem surpreendentes. 

Publicidade

Em resumo, o grande mérito da série tem sido na apresentação de seus vilões, e pouco na maneira como trabalha os personagens que compõem os “mocinhos”, um problema que hoje não fica tão nítido, mas futuramente poderá impactar na relação da série com o público. Nada de tão grave a primeira vista. Podemos dizer que TWD ainda vive, mas precisa tomar cuidados para sobreviver sem Rick Grimes. 

Publicidade
Avatar

Escrito por Mari

Alguém que curte escrever sobre entretenimento e diversidades.

Next post

Gugu deixa pensão de R$ 100 mil ao mês para mãe; Rose Miriam estaria indignada

Neymar e Najila Trindade: a história que deu o que falar em 2019 e ainda não acabou