in

Gabigol e Neymar curtem fim de ano na Bahia, mas ficam em casas diferentes

Instagram Neymar / Instagram Gabigol
Publicidade

O atacante Gabriel Barbosa, o Gabigol, teve um ano bastante agitado. Ele foi um dos principais jogadores do Flamengo na temporada. Com seus gols, ajudou o clube a conquistar a Copa Libertadores da América e o Campeonato Brasileiro.

Gabigol vai passar a virada de ano na Bahia. Mais especificamente, ele está na cidade de Barra Grande. O local tem sido muito procurado por famosos nesta época do ano.

Gabigol tem 23 anos e é namorado de Rafaella Santos, irmã de Neymar. O jogador do Flamengo e o craque do PSG estão na mesma cidade, mas em casas diferentes.

Publicidade
Publicidade

Neymar e Gabigol são amigos?

Muita gente se pergunta se os dois jogadores são amigos. Cunhados todo mundo sabe que são. O que se pode dizer com certeza é que no quarto de Neymar há uma foto dele com Gabigol e Gabriel Jesus, nos Jogos Olímpicos de 2016, em que o rosto do jogador do Flamengo aparecia tampado.

Isso causou grande confusão nas redes sociais, mas tempos depois Neymar parabenizou Gabigol por seu futebol no Flamengo e no dia da final da Libertadores postou uma foto imitando as comemorações de gol de Gabigol.

Gabigol não está na casa de Neymar

Gabigol e Neymar estão no mesmo local, a cidade de Barra Grande, mas não estão na mesma casa. Neymar alugou uma mansão na região. O imóvel pertence ao publicitário Duda Mendonça.
O valor do aluguel não foi divulgado.

Nem Gabigol nem Rafaella estão na mesma casa que Neymar. O craque do Flamengo está hospedado com amigos em uma casa à beira mar. Há uma grande área verde na região onde a casa está localizada. 

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Redes sociais repercutem sobre Thuler, do Flamengo, após chamar companheiro de macaco

Lewis Hamilton faz dura revelação após morte de mito da Fórmula 1: ‘últimos dias foram difíceis’