in

Erika Canela, ex-Miss Bumbum, tatua desenho de Bolsonaro: “me representa”

Divulgação | CO Assessoria

Erika Canela, vencedora do concurso do Miss Bumbum, no ano de 2016, causou polêmica e surpreendeu os seus seguidores ao fazer mais uma tatuagem de uma figura pública.

Desta vez, ela escolheu gravar no corpo uma imagem do Presidente Jair Bolsonaro. Apoiadora declarada, a musa de 27 anos optou por uma caricatura do político, e fez questão de celebrar o ato.

A imagem faz menção a uma homenagem à posse do presidente, marcada para o dia primeiro de janeiro na capital federal, Brasília. Segundo ela, as tatuagens representam as fases de sua vida. Ela afirmou que, da mesma forma, a tatuagem de Bolsonaro irá representar uma mesma mudança para os rumos do Brasil, valendo uma homenagem eterna. A imagem mostra o político fazendo sinais com armas com os dedos.

Veja abaixo a tatuagem:

A modelo já causou polêmica em outra oportunidade, após fazer também uma tatuagem do Presidente eleito pelos Estados Unidos, Donald Trump. A caricatura feita por ela repercutiu em todas as mídias sociais, virando notícia até mesmo fora do país.

O caso ganhou tanta notoriedade que a assessoria de comunicação de Erika enviou uma nota à imprensa, informando a necessidade da modelo em se dirigir à Delegacia de Crimes Virtuais de sua cidade, Presidente Prudente, localizada em São Paulo. 

O motivo teria sido a tentativa de se proteger dos inúmeros ataques virtuais que teria recebido em suas redes sociais após publicar a foto da tatuagem em seu perfil oficial do Instagram. 

Ela afirmou não ter se arrependido de ter feito a tatuagem, mas que não poderia se deixar abalar pelos ataques. 

Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Lançamentos e novidades da Netflix de 31/12 a 06/01

Domingão do Faustão faz web se emocionar com edição histórica do Troféu Mário Lago