in

Resumo Avenida Brasil (01/01): Monalisa aceita sair com Tufão

Globo
Publicidade

Em Avenida Brasil, no capítulo desta quarta-feira, 1 de janeiro de 2020, exibida na tela da Globo, Monalisa é julgada por ter aceitado se encontrar com Tufão.

Neste capítulo, Tufão convida Monalisa para sair com ele. Sem nem pensar duas vezes, ela aceita. Carminha fala para Max que irá continuar com seu plano de manipular a família de Tufão, pois não pretende desistir tão cedo. Monalisa conta para Iran e Suélen sobre o convite de Tufão.

Publicidade

A cabeleireira recebe criticas sobre sua atitude com o jogador. Carminha se faz de coitada diante de Muricy e Ivana. Tufão apoia Jorginho, aconselhando-o a correr atrás da mulher que ele mais amou nessa vida.

Em Avenida Brasil, Muricy e Carminha fazem as pazes

Após muita resistência, Alexia acaba cedendo, não resistindo a Cadinho. Depois de Carminha jogar Lucinda contra a parede, Nina fica preocupada com o estado em que a catadora se encontra. Noêmia e Verônica decidem ir à procura de Cadinho em sua empresa.

Publicidade

Alexia resolve dar uma possibilidade para Cadinho reconquistá-la e Paloma fica satisfeita. Muricy toma a decisão de dar mais uma chance para Carminha, pois acredita que ela tenha feito tudo por amor ao filho.

 Tufão e Monalisa se beijam

Dolores resolve tentar arrumar emprego no salão de Monalisa. Carminha resolve procurar Tufão na casa de Leleco. Ao ver Monalisa entrando no carro de Tufão, Lúcio vai até Silas contar o que havia presenciado.

Jorginho não consegue ficar no mesmo ambiente que Carminha. Assim que ela chega, Jorginho decide sair de casa. Pinta um clima entre Tufão e Monalisa no encontro, no qual eles acabam se beijando.

Publicidade
Avatar

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Next post

Fernanda Lima faz aparição raríssima ao lado do maridão; deu à luz há dois meses

Vídeo: cantor Juliano Cezar morre de infarto durante show; ele tinha 59 anos