in

Marido de Ana Hickmann sugere que mulheres Petistas sejam abatidas e gera polêmica; veja

Reprodução/Instagram/Ana Hiickmann

Há vinte anos casado com a apresentadora Ana Hickmann, Alexandre Correa fez um comentário com relação à posse do Presidente Jair Bolsonaro que gerou alvoroço nas redes sociais.

Marcada para o dia primeiro de janeiro de 2019, Alexandre sugeriu que Maria do Rosário e Gleisi Hoffmann deveriam sobrevoar Brasília durante a cerimônia, montadas em suas ‘vassouras’, afim de que pudessem ser abatidas pelos caçam que fazem a proteção área, ironizando as duas.

Crítico do Partido dos Trabalhadores, Alexandre, além de comparar as duas deputadas eleitas a bruxas, fez questão de citar outra polêmica envolvendo a cerimônia de posse do Presidente. 

Veja a postagem de Alexandre abaixo

Isso porque o PT declarou, em nota, um boicote à cerimônia, sem a presença de seus membros no evento marcado para as 15 horas desta próxima terça-feira.

Michel Temer autoriza abate de aeronaves suspeitas durante posse de Bolsonaro

Além disso, a menção ao abate se dá em decorrência do Presidente em exercício Michel Temer, ter autorizado por meio de decreto o abate a qualquer tipo de aeronave suspeita, que por ventura possa ameaçar a segurança da cerimônia.

Vários famosos curtiram a publicação de Alexandre, tais como o apresentador Cesar Filho, a atriz Beth Goulart e a ex-paquita Andrea Sorvetão.

A publicação gerou comentários de ambas as partes. Alguns criticaram a postura do marido de Ana Hickmann, afirmando que ele estaria incitando a violência. Outros, gostaram da brincadeira feita, e reclamaram dos comentários negativos, usando uma nomenclatura que ficou famosa durante o período eleitoral, a chamada, por alguns seguidores, ‘turma do mimimi’.

Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Gloria Maria se irrita com comentário a respeito das filhas e responde

Silvio Santos se envolve em mais uma polêmica ao fazer declaração sobre bissexualidade