in

Ouro Verde: Jorge dá volta por cima e prova que não matou Edu

Band
Publicidade

Nos próximos capítulos de Ouro Verde, na Band, Jorge (Diogo Morgado) será absolvido pela morte de Edu (Adriano Toloza), após ter sido acusado de matá-lo.

Jorge vem passando por grandes problemas em sua vida, porém, um deles acabará se resolvendo. Após ser acusado pela morte de Edu, o fazendeiro conseguirá provar que estava agindo em legítima defesa, não tendo intenção de matá-lo.

Tudo começa com uma passagem de cinco meses, na qual Jorge começará a ter algumas alegrias em sua vida. A primeira delas, talvez a mais esperada por ele, é o encontro com o filho, que ele nem sabia que existia, mas que acabou sendo revelado.

Publicidade
Publicidade

Jorge se livra da acusação de ter matado Edu

Depois de descobrir que Henrique (Isaac Carvalho) é seu herdeiro legítimo, o fazendeiro terá a alegria de ser inocentado pela justiça, que chegará a conclusão de que ele não tinha intenção de matar Edu, pois estava tentando se defender para não ser morto.

Enquanto isso, Miguel (Luís Esparteiro), sogro de Jorge e amante de Vera (Ana Sofia Martins), virará piada entre os presos da cadeia, que tirarão sarro da cara do banqueiro, que não entenderá nada do que está acontecendo.

Vera entra em pânico com descobertas de Jorge

O que Miguel nem imagina, mas que já está acontecendo, é que Jorge está descobrindo todos os segredos de Vera. Além disso, a mulher está apavorada com o futuro, imaginando o que ele pode fazer para afastar Henrique dela.

A sequência ainda não tem data de exibição prevista. Ouro Verde, na Band, vai ao ar nas noites da emissora, de segunda a sábado, por volta das 20h25, após Jornal da Band.

Publicidade
Avatar

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Next post

Com ciúmes? Neymar Jr. teria stalkeado affair de Bruna Marquezine e tomado atitude surpreendente

Thammy Miranda não mostra o rosto do filho e explica aos fãs o motivo desta decisão