in

7 novelas mexicanas que ganharam remake no Brasil

Televisa
Publicidade

As novelas mexicanas são bem aceitas pelo público que curte drama, desde que foi exibida pela primeira vez em terras tupiniquins, na década de 80. Muitas delas fazem tanto sucesso na versão original, que emissoras brasileiras decidiram gravar uma versão com atores e atrizes do Brasil.

Como o SBT é a emissora que mais transmite novelas mexicanas, também é quem mais investe em remakes, mas engana-se quem pensa que produzir cópias adaptadas de tramas internacionais é uma especialidade exclusiva da emissora de Silvio Santos.

Publicidade

Vale apenas ressaltar que Chiquititas, que ganhou remake no SBT, não é uma trama originalmente mexicana, mas sim argentina. Veja agora as novelas mexicanas que ganharam remake no Brasil.

Corações Feridos

Apesar do nome se confundir com uma antiga série de amor proibido envolvendo um padre, esse foi o título dado por Íris Abravanel e outros autores para a adaptação de La Mentira, que também foi exibida pelo SBT, sob o título de A Mentira. Para quem não se lembra, A Mentira foi protagonizada por Kate Del Castillo e Guy Ecker, e antagonizada por Karla Alvaréz. A novela original é de 1998 e o remake de 2012, embora tenha sido produzido dois anos antes de sua exibição.

Publicidade

Rebelde

O fenômeno mexicano que deu origem ao grupo pop RBD, ganhou um remake no Brasil com o mesmo nome, pela Record TV. A trama revelou grandes nomes da teledramaturgia nacional, como Chay Suede, Sophia Abrahão e Arthur Aguiar. A versão original foi exibida de 2004 a 2006, e o remake de 2011 a 2012.

Cristal

Embora muita gente não se recorde, a novela Cristal é a versão remake do sucesso O Privilégio de Amar, exibida pelo SBT quatro vezes. Na trama, os protagonistas originais são Adela Noriega e René Stricker, já na versão brasileira o protagonismo ficou por conta de Bianca Castanho e Dado Dolabella, em 2007.

Amor e Ódio

Essa é uma versão remake de La Dueña, de 1995. Na verdade, essa novela foi produzida pela primeira vez em 1972, depois em 1995, e em 2010 ganhou novo remake, dessa vez protagonizado por Lucero. No Brasil, Amor e Ódio fez sucesso no SBT e foi protagonizado por Suzy Rêgo e Daniel Boaventura, em 2001.

Os Ricos Também Choram

A trama é um remake da novela que tem o mesmo nome. Foi produzida em 1979 e exibida no Brasil em 1982. A versão original contou com grandes nomes da teledramaturgia mexicana no início da carreira, como Rogelio Guerra e Verônica Castro. No Brasil a exibição do remake se deu de 2005 a 2006 e contou com Thais Fersoza e Flavia Monteiro no elenco.

Esmeralda

A trama estrelada por Letícia Calderon e Fernando Colunga em 1997, ganhou um remake brasileiro entre 2004 e 2005, sob o protagonismo de Bianca Castanho e Claudio Lins.

Maria Esperança

Maria Esperança foi a versão brasileira da trama originalmente protagonizada por Thalia, Maria Mercedes, exibida entre 1992 e 1993. Na versão brasileira, de 2007, a protagonista foi Bárbara Paz.

Publicidade
Avatar

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades

Next post

Lucero revela que foi apaixonada por ator da novela Amanhã é Para Sempre

Filhas de galã de novelas mexicanas cresceram e já usam cremes antienvelhecimento