in

Oscar 2020: palpites dos prováveis vencedores

Oscar Academy
Publicidade

Finalmente foi divulgada a lista com as nomeações ao Oscar 2020. Ainda que traga diversas barbadas, obviamente a lista consegue achar espaço para inovar e trazer surpresas, a maioria sem muito sentido, seguindo a cada vez mais forte tendência do Oscar para polemizar e, tal qual faz os Estados Unidos, meter-se em questões fora de sua competência ou conhecimento, elencando peças ficcionais à concorrência de prêmios descabidos, como forma de criticar a política interna americana ou mesmo a política externa, deixando mais claro que nunca que a academia nunca será mais do que um clubinho de amigos rebeldes, que gostam de deixar o cinema em último plano.

Netflix sai como a grande indicada, porém certamente será uma das menos premiadas, visto ser a evolução do cinema, o que Hollywood ainda vê como um concorrente em sua visão tacanha, de forma que chama para a festa somente para esnobar. Assim, segue uma lista das principais categorias, com a provável vitória e quem merecia ser o vencedor.

Melhor Filme Oscar 2020

O prêmio deve ficar entre Era uma Vez em Hollywood, 1917 e Coringa. Ainda que o fetiche por filmes de guerra seja forte, e Coringa seja o filme mais impactante e merecedor, a láurea máxima deve ir para o devaneio de Tarantino. E Dois Papas deixado inexplicavelmente de fora.

Publicidade
Publicidade

Melhor Ator de 2020

Joaquim Phoenix por Coringa. Nesse caso, ninguém tasca. Em outro universo, Jonathan Pryce levaria por Dois Papas, mas Phoenix é o tipo de ator que a academia gosta de premiar, e nunca premiaria a Netflix. Não por enquanto. 

Melhor Atriz

Renée Zellweger por Judy – Muito Além do Arco-Íris. No que pese a eterna Bridget Jones estar muito bem no papel, a tentação era grande demais para Hollywood não premiar Hollywood.

Melhor Diretor no Oscar

Briga de cachorro grande, mas a disputa deve ficar entre Sam Mendes, Todd Phillips e Tarantino. Tarantino leva, Todd Phillips merecia e triste não ver Fernando Meirelles entre os indicados.

Ator Coadjuvante

Pitt e Hollywood incestuosamente levam novamente por uma das atuações mais medianas e sem graça da carreira do astro, que parece estar sendo premiado pelo conjunto da obra. Sem dúvida que o merecedor era Anthony Hopkins, magistral em sua atuação de Dois Papas.

Roteiro Original e Adaptado

ROTEIRO ADAPTADO: será uma surpresa política, não técnica: Dois Papas leva. Roteirista conceituado, já premiado e untado pela academia. ROTEIRO ORIGINAL: 1917. Afinal, sempre dá pra inventar mais pra falar das mesmas guerras que Os Estados Unidos venceram.

Documentário

O ridículo senso de humor da academia vai premiar a pior desgraça audiovisual da história do Brasil e aquele pseudo-documentário lulista e ufanista que merecia figurar entre melhor roteiro original e filme de ficção, a declaração de amor chamada Democracia em Vertigem.

Animação e Filme Internacional  

Volta para Missing Link, sendo que Klaus deveria levar. Disney/Pixar de fora novamente, evidenciando a crise pós lua de mel. Já Filme Internacional fica com Parasita, seguindo a regra que todo filme internacional indicado a filme principal leva a categoria internacional.

As categorias técnicas deverão ser loteadas, como  em todo ano, com a academia premiando filmes absolutamente insignificantes como Malévola e dando um prêmio de cortesia para Star Wars, nada além. Fica claro que acerimônia de 2020 tem tudo para ser o maior vitupério da história de Hollywood, celebrando a maravilha que é e esquecendo que o cinema vai muito além de Los Angeles.

Publicidade
Avatar

Escrito por Bene!

Um curioso acima de tudo. Amante das artes, busco viver sem rótulos e explorar o que a alma pede. Escrevo sobre o que gosto, amo, odeio, me faz pensar e me faz sentir. Espero que minhas ideias, palavras e ações sejam meu legado. Bem vindos e espero que gostem.

Next post

Atriz Isis Valverde fala pela primeira vez sobre morte do pai e comove: ‘Meu amor’

Acompanhe as previsões no amor do Horóscopo do Dia de todos os signos (15)