in

VOCÊ combina Thriller, drama e comédia para mudar a visão sobre relacionamentos

Netflix

Menino conhece menina. Menino se apaixona e corre atrás da menina. Ambos acabam juntos. Roteiro clássico de uma história de amor? Só que não. Especialmente se uma das partes for um perseguidor, o famoso “Stalker”. Estrelando Penn Badgley como Joe, o Dan de Gossip Girl (após seu desafio dos 10 anos) e Elizabeth Lail como Beck, mais conhecida por seu breve papel como Princesa Anne em Once Upon a Time, VOCÊ (YOU no original) volta ao mundo dos psicopatas, um pouco esquecido após Mindhunther e, mais parecido ainda e que marcou época, Dexter.  

Joe é o cara normal. Bonito sem ser lindo, gentil, educado, bom vizinho e gerente de uma livraria, Joe fica intrigando quando uma jovem e bela loira entrar e pedir um livro interessante. É o começo de uma não tão tradicional história de amor, e não à toa a série se chama VOCÊ – afinal, o você lírico é o objeto da obsessão de Joe, e por esse você ele vai testas os próprios limites. 

Ainda que não seja original no sentido do lobo na pele de cordeiro, VOCÊ tem alguns méritos, dentre eles a originalidade de questionar diversos clichês românticos. Talvez o ponto mais interessante sejam as conversas internas na mente de JOE, na qual o expectador acompanha toda a linha de raciocínio que leva ele a atos nem sempre bem calculados.  

Todo espectador gosta de tomar lados, e VOCÊ é bem estruturado no sentido de apresentar um cenário no início e ir desconstruindo os personagens até sua essência, que acaba apresentada próxima ao final da temporada, e isso faz com que a torcida pelos personagens mude à medida que a série se desenvolve. Mas nem tudo são flores. Se a desconstrução prende a atenção, a tensão inicial não consegue ser bem balanceada, de forma que a série se torna pesada e sisuda, se tornando mais difícil de assistir.  

Muito boa no começo, entediante no meio e finalizando com algumas viradas interessantes e inesperadas, VOCÊ merece ser assistida e reforça ainda mais os perigos da vida de pegadas digitais, mas acima de tudo, mostra que nem tudo é o que aparenta, já tendo sido confirmada para uma segunda temporada – qualquer coisa que possa ser dita sobre essa vai estragar a primeira temporada. 

Avatar

Escrito por Bene!

Um curioso acima de tudo. Amante das artes, busco viver sem rótulos e explorar o que a alma pede. Escrevo sobre o que gosto, amo, odeio, me faz pensar e me faz sentir. Espero que minhas ideias, palavras e ações sejam meu legado. Bem vindos e espero que gostem. Críticas, dúvidas e sugestões: falecomobene@gmail.com

Next post

Ariana Grande lança clipe da música 7 Rings

BBB19: internautas pedem eliminação de Isabella após treta com Rodrigo