in

BBB20: festa termina com suposto assédio e público pede a saída de participantes

Publicidade

A festa do BBB20 deste sábado (08), intitulada Guerra e Paz, deu o que falar entre os telespectadores. A comemoração, que terminou na manhã deste domingo (09), chocou boa parte dos fãs do reality show, especialmente pela atitude de dois participantes.

Após Petrix ser acusado de assediar Bianca Andrade em uma festa, o tema voltou a causar polêmica no reality, mas com outros envolvidos: o youtuber Pyong Lee e o arquiteto Felipe Prior.

O principal alvo das críticas foi Pyong, que até então era cotado como um dos favoritos para ganhar o BBB20. Isso porque, visivelmente bêbado, o influenciador apalpou a bunda de Flayslane, e ainda causou desconforto em Marcela. Vale lembrar que o ilusionista é casado e sua esposa está grávida.

Publicidade
Publicidade

Assista abaixo:

Outro participante que causou polêmica nas redes sociais foi Prior, que deu um selinho em Pyong enquanto o youtuber estava desacordado. “Brincadeira tem hora e tem limite, isso que o Prior fez com o Pyong dormindo não é certo! Se fosse uma mulher apagada seria assédio, sendo um homem também é“, escreveu uma internauta no Twitter.

Público pede a expulsão de Pyong e Prior

Após a festa, diversos internautas pediram a expulsão dos participantes no Twitter. A hashtag #ForaPyong figurou, inclusive, entre as mais comentadas do Brasil.

Pyong o próprio lobo em pele de cordeiro, tentou mostrar que era alguém respeitável e que não desrespeitaria nenhuma das mulheres da casa, mas hoje mostrou quem é de verdade. BEBIDA NÃO JUSTIFICA ASSÉDIO“, publicou um telespectador.

Publicidade
Next post

Cantor sertanejo Henrique sofre acidente grave e triste notícia é divulgada

Na festa do BBB20, Bianca parte para cima de Guilherme, mas ele beija Gabi