in

O Mistério do Relógio na Parede é uma simpática perda de tempo

Amblin Entreteinment

O Mistério do Relógio na Parede é mais uma adaptação literária, dessa vez de uma obra de 1973. O filme conta a história de um garoto que fica órfão na década de 50 e vai morar com o tio em um casarão esquisito, que se revela mágico, assim como o tio. Tá parecendo algo conhecido? Pois é. 

Peculiar, o garoto tem dificuldades para se enturmar no colégio e acaba por recorrer ao aprendizado da magia para achar algo de especial na sua existência. Contudo o ator mirim é tão ruim que todas suas cenas são totalmente carentes de expressão, entusiasmo, dor ou qualquer emoção humana. É basicamente um mini cigano Igor, que em seu grande momento de ascensão no filme parece simplesmente tolo e banal.

A casa tem lá seus encantos e é o personagem mais interessante do longa. Com a ajuda de competentes efeitos especiais, que dão vida à casa, meio que ao estilo A Bela e a Fera, os poucos momentos de entretenimento são méritos da casa. Isso porque o filme conta com Jack Black interpretando o tio e a fabulosa Cate Blanchet, totalmente apagada em um papel coadjuvante de uma bruxa traumatizada por uma perda do passado.  

Assim, resta o tal mistério do relógio na parede, que nada mais é que um encantamento de um relógio misterioso que vai diminuindo seus badalares noite após noite, em uma contagem regressiva que vai revelar seu propósito, sendo que ninguém acha o relógio porque ninguém é magicamente competente o suficiente.  

O filme não passa de um Harry Potter C, não empolgando em nenhum momento e sendo aquele filme que só se presta para cochilos, mesmo sem sono. Evite se possível.

Avatar

Escrito por Bene!

Um curioso acima de tudo. Amante das artes, busco viver sem rótulos e explorar o que a alma pede. Escrevo sobre o que gosto, amo, odeio, me faz pensar e me faz sentir. Espero que minhas ideias, palavras e ações sejam meu legado. Bem vindos e espero que gostem. Críticas, dúvidas e sugestões: falecomobene@gmail.com

Next post

Morre ator Caio Junqueira, aos 42 anos, após grave acidente de carro

Kéfera alega ter sofrido ameaças de estupro coletivo, e detona Flávio Bolsonaro