in

Detona Ralph 2 evoluiu junto com personagens e enredo

PIXAR

Detona Ralph foi uma interessante animação da Pixar de 2012 baseada em fliperamas da década de 80 e 90, porém, após seu lançamento, acabou ficando esquecida atrás de muitos sucessos da Pixar em seu auge, especialmente, depois da fusão com a Disney.

Após um tempo na geladeira, foi anunciada sua continuação, sem grande entusiasmo do público. Contudo, apesar da descrença, ‘Detona Ralph 2: Quebrando a Internet’ seguiu uma interessante tendência: ainda que seja necessário manter a linha de produção em alta, a Pixar/Disney está tentando preservar seus ativos e somente lançar continuações quando tiver bons enredos, ou pelo menos alguma coisa para contar. Essa decisão diretiva tem o mérito de tentar evitar fracassos como os últimos ‘Era do Gelo’ e até mesmo ‘Shrek’, que perderam a mão e passaram do ponto. 

Em ‘Detona Ralph 2: Quebrando a Internet’, o expectador reencontra Ralph e Venellope, plenamente consolidados em sua amizade, até que algo novo surge: o Wi-fi, que muda para sempre a vida dos jogos de fliperama (nos quais agora se encontram até os saudosos Sonic, da Sega), oferecendo agora jogos que se atualizam em velocidade alucinante e opções infinitas de entretenimento. E essas opções todas acabam por deslumbrar a pequena corredora Venellope, enquanto o antigo Ralph tenta salvar o jogo de Venellope, se reinventando na Internet como Meme e como Youtuber.

Diversas passagens divertidas fazem valer o longa, como a ampla utilização das propriedades da Disney no universo online, sejam stormtroopers ou mesmo as princesas da Disney, todas desenhadas com a mesma arte, gerando certa nostalgia no público e alimentando as teorias de um universo compartilhado nos desenhos da fábrica de sonhos. 

Em linguagem simples, Detona Ralph 2 explica de modo divertido e didático o mundo da Internet: cliques, clikbaits, views, algoritmos, impulsionamento, retroalimentação, etc. Tudo está explicado e visualmente demonstrado, em uma explosão visual que faz jus à Internet: até mesmo a deep web e o sinistro mundo dos malwares e vírus, mostrando que a espera fez bem à franquia. Detalhes gráficos, ritmo, trilha e enredo: tudo evoluiu, sem deixar de lado os carismáticos personagens anteriores como o encanador Felix e sua batalhadora esposa, com uma divertida passagem sobre o segredo do casamento e da família bem sucedida. 

E com um rico cenário de fundo, a luta interna dos personagens foi bem trabalhada naquela que é a principal característica do estúdio de animação: a construção em camadas. A jornada de Ralph e Venellope agora é uma jornada de evolução, independência e maturidade. Se no longa original, ambos personagens lutavam pela aceitação de si mesmos e de suas falhas, voltados para dentro, agora o trabalho é de empatia, de se colocar no lugar dos outro e tentar projetar e entender seus sonhos e aspirações, decidindo se serão parte da vida do outro ou não, que nada mais é um conflito que todas famílias passam, sem contar muitas amizades. Didático, divertido e terno, Detona Ralph2 lembra os bons tempos da Pixar e dá folego não só ao universo de Ralph, mas também à todas continuações anunciadas pelo estúdio.

Avatar

Escrito por Bene!

Um curioso acima de tudo. Amante das artes, busco viver sem rótulos e explorar o que a alma pede. Escrevo sobre o que gosto, amo, odeio, me faz pensar e me faz sentir. Espero que minhas ideias, palavras e ações sejam meu legado. Bem vindos e espero que gostem. Críticas, dúvidas e sugestões: falecomobene@gmail.com

Next post

Ator premiado cai do palco do Oscar 2019 e equipe médica é acionada

Dumplin´ mira juventude rejeitada para passar uma mensagem