in

Resumo Salve-se Quem Puder (21/03): Hugo sabota inauguração do restaurante de Micaela

Globo
Publicidade

No capítulo de Salve-se Quem Puder, na Globo, neste sábado, 21 de março, Hugo sabota Micaela, que fracassa na inauguração do restaurante.

Publicidade

Ainda no mesmo capítulo, depois de se beijarem, Téo e Luna/Fiona trocam declarações de amor. Kyra, conversando com Alexia, afirma que precisa escutar a voz de seu noivo, só assim ela deixará de pensar no primo dela.

Publicidade

A babá mostra que está muito mexida por Alan, mas não quer deixar seu amor por Rafael morrer. Pressionada por sua amiga, Bia garante que contará sobre seu problema para o namorado, mas quer esperar a melhor hora.

Hugo planeja sabotagem para negócio de Micaela

A garota afirma que quando pegar confiança em Tarantino, que não lhe provou ser totalmente leal, contará a verdade. Posteriormente, Júnior questiona sua irmã para saber se ela voltou a treinar ginástica artística.

Publicidade

Não desistindo de convencer Mário, Juan insiste para que o pai de Luna viaje com ele para o Brasil, alegando que eles serão muito felizes no país, podendo recomeçar a vida de novo. Hugo pede para Verônica lhe ajudar, pois não conseguirá sabotar o evento de Micaela sozinho.

Micaela é humilhada por Hugo

Chega o dia de Micaela inaugurar seu restaurante, no entanto, quase nenhum cliente comparece no local, fazendo as perspectivas da jovem irem por água abaixo. Hugo afirma que Micaela não sabe administrar um simples negócio, deixando-a humilhada.

Micaela fica desolada com o desprezo do pai, que nunca faz um elogio para ela, mesmo com todo esforço que demonstra. Depois de muita insistência de Juan, Mário resolve ir com ele para o Brasil.

Publicidade
Avatar

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Next post

Resumo Ouro Verde (21/03): Tomás vai atrás de Catarina, mas é hostilizado e expulso

Resumo Éramos Seis (21/03): Inês e Lúcio se casam