in

Filho de Chico Anysio ataca comediante, após apoio explícito a Bolsonaro

UOL / Montagem
Publicidade

Bruno Mazzeo usa nome do pai falecido para criticar Paulo Cintura por apoio ao presidente Bolsonaro. Neste domingo, 3 de maio, o comediante Paulo Cintura surpreendeu muita gente ao aparecer em uma manifestação a favor do presidente Jair Bolsonaro, em Brasília. Famoso pelo bordão “saúde é o que interessa, o resto não tem pressa”, Paulo Cintura esteve em aglomerações sem máscara.  

Quem não gostou nada dos protestos de Paulo a favor do presidente foi o ator Bruno Mazzeo, filho do comediante Chico Anysio. O falecido comediante foi quem tornou “Cintura” famoso em todo o Brasil, graças ao programa ‘Escolinha do Professor Raimundo’. Mazzeo comanda um remake da atração,  que deve ganhar mais uma temporada no ano de 2021.  

Em um vídeo, Mazzeo falou sobre o assunto. “Meu pai fez muita coisa importante, muita coisa boa pra cultura, pra arte, pro entretenimento brasileiro… Coisas que marcaram, coisas realmente importantes pra nossa cultura… Mas, em compensação, ele também lançou o Paulo Cintura”, disse o filho de Chico Anysio nas imagens, como mostra uma matéria do portal de notícias UOL. 

Publicidade
Publicidade

Veja abaixo a publicação de Bruno Mazzeo, em que ele diz que o pai fez muita coisa boa pelo país, mas que sempre “tem um porém”, ao citar Paulo Cintura e seu apoio ao presidente Jair Bolsonaro. 

View this post on Instagram

sempre tem um porém.

A post shared by Bruno Mazzeo (@eumazzeo) on

Parte dos apoiadores de Bolsonaro, no entanto, foram até ao post de Mazzeo e o criticaram. “Porque vc nso cuids do humor igual seu pai fazia e para de ficar senssurando os outros e deixar de ser planta (SIC)”, disse um dos internautas ao falar sobre a ação.

Publicidade

Inscreva-se em nosso canal no YouTube e fique por dentro de tudo o que acontece. CLIQUE AQUI

Publicidade
Avatar

Escrito por Fernando B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

Next post

Fundador da banda Titãs morre aos 62 anos: ‘lutando contra câncer e Covid-19’

Saiba quem é o fundador de Titãs que morreu de coronavírus nesta terça (05)