in

Resumo A Escrava Isaura (19/05): Geraldo leva fora de Malvina

RecordTV
Publicidade

Na RecordTV, na novela A Escrava Isaura, nesta terça-feira, 19 de maio, Malvina rejeita os galanteios de Geraldo.

Ainda no mesmo capítulo, ao chegar na porta da igreja, Leôncio descobre que Isaura fugiu. Belchior, ao descobrir que está sendo abandonado por Isaura, fica desolado, não entendendo o porque ela lhe largou para trás.

Geraldo aproveita que todos estão entretidos com a fuga de Isaura, cortejando Malvina, declarando que ela sabe dos sentimentos que ele tem por ela, desejando-a tela como sua esposa, vendo-a livre de Leôncio.

Publicidade
Publicidade

Malvina se consola com seu pai

Enquanto isso, Malvina chama Sebastião para conversar sobre Leôncio, deitando nos braços dele, chorando toda sua mágoa. Miguel não gosta das insinuações de Martinho, xingando o rapaz. Não gostando do jeito que Leôncio está falando, Miguel parte para cima do fazendeiro.

Diogo e Helena aproveitam o máximo de momentos juntos para namorarem. Malvina recua os galanteios de Geraldo, fazendo-o ficar triste por causa dele. Belchior não para de chorar por conta do abandono que sofreu.

Henrique lamenta que Isaura tenha fugido, pois sabe que ela sofrerá graves consequências nas mãos de Leôncio, que pode fazer o pior com ela. André vai à casa de Tomásia, querendo falar com ela sobre Isaura.

Sebastião fica feliz com a chegada da prima Aurora, em A escrava Isaura

Estela exige que sua filha vá à casa da mãe de Álvaro falar com ela, exigindo que a herdeira peça desculpa, pois não quer ter que conviver com ela sendo tão rude. Sebastião recebe a visita de sua prima Aurora. Fugindo de Leôncio, temendo serem encontrados, Isaura e Álvaro correm para mata.

Publicidade
Avatar

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Next post

Datena se irrita ao vivo após repórter ser agredida e solta cachorros com Bolsonaro

Morre ator Michel Piccoli e fãs lamentam: ‘Descanse em paz’