in

Whindersson Nunes é zoado pelo divórcio com Luísa Sonza e acaba xingando seguidor

Whindersson Nunes/Instagram
Publicidade

O comediante Whindersson Nunes usou seu perfil no Twitter para fazer uma crítica em tom humorado ao governo federal. Ele demonstrou preocupação pelo fato do país estar sem um titular para o Ministério da Saúde desde o último dia 15 de maio, quando Nelson Teich pediu demissão. “Almoçar num país sem ministro da Saúde no meio de uma pandemia mundial é viver perigosamente demais pra mim, volta Jesus”, escreveu.

Internauta alfineta Whindersson Nunes

Um dos usuários do Twitter não ficou muito satisfeito com a declaração de Whindersson Nunes, e partiu para a ofensiva. Ele insinuou que o artista havia aderido ao grupo da “lacração”, em uma possível tentativa de impressionar a ex-esposa, Luisa Sonza, para quem sabe um dia ela pudesse voltar.

“A lacração tomou de conta do garoto… Relaxa, man, ela vai voltar não”, disse o internauta, fazendo referência ao recente divórcio entre Whindersson Nunes e Luisa Sonza, ocorrido no fim do mês de abril.

Publicidade
Publicidade

Whindersson Nunes rebate

Nada satisfeito com a alfinetada que recebeu, o youtuber soltou na lata. “Meu irmãozinho, o mundo do jeito que tá. Vai se f****”, escreveu ele, sem entrar mais no assunto. A grande maioria dos seguidores foram a favor de Whindersson Nunes nesta pequena treta, e o autor do comentário sarcástico foi bastante detonado.

“O adolescente que acha que ninguém precisa falar nada porque tudo vai se resolver sozinho”, disparou uma internauta. Comentários críticos também foram disparados ao governo federal, também com relação a ausência de um titular para o cargo de ministro da Saúde, que segue sendo comandado de maneira interina.

Publicidade
Avatar

Escrito por Henrique

Henrique Furtado é um redator que gosta de ocupar o seu tempo livre lendo notícias, e noticiando aquilo que acha mais interessante.

Next post

Eduardo Costa causa revolta ao dizer que Brumadinho tem cheiro de corpos mortos

Resumo Ouro Verde (Band) 03/06: Miguel vê o jogo virar, sendo chantageado por seu próprio herdeiro