in

Sabia que a atriz que fez a Bruxa do 71 do Chaves era antifascista? Polêmica veio à tona

SBT/Televisa
Publicidade

Angelines Fernández deu vida à Bruxa do 71 no célebre seriado Chaves, que vai ao ar no SBT há mais de 30 anos e que é sucesso no mundo todo há mais de quatro décadas. Antes de botar medo nas crianças de algumas gerações, a atriz teve outra reputação na década de 40.

Durante sua juventude, a atriz que se consagrou na televisão, cinema e teatro, lutava conta a ditadura militar que estava imposta na Espanha, o seu país de nascimento. Ela era reconhecida por seus opositores como uma “antifa”.

Esse termo voltou recentemente depois dos inúmeros protestos depois da morte de George Floyd, o homem negro que foi assassinado por um policial branco nos Estados Unidos. Esse termo pode remeter ao antifascismo sendo empregado ainda para denominar indivíduos ou grupos. Eles fazem enfrentamento a um sistema de ideias ou até a governos que não seguem os preceitos da democracia.

Publicidade

Até o momento, o que se tem conhecimento sobre o passado antifascista da atriz foi revelado por Paloma Fernández, sua única filha. Isso veio à tona depois de uma série de entrevistas concedidas.

Quando ainda era uma adolescente, Angelines Fernández era aliada de revolucionários republicanos durante a Guerra Civil da Espanha, sequencialmente aos Maquis, que era uma guerrilha antifascista que foi empregada para combater a Ditadura Franquista que durou dos anos de 1939 até 1975.

“Quando atuava na guerrilha espanhola, minha mãe era classificada como antifranquista, então ela precisou deixar a terra natal, considerando que sua vida ficaria cada vez mais difícil”, disse a filha da “Bruxa do 71” durante uma entrevista concedida.

No Brasil, a atriz é tida como um ícone feminista. Quem explicou isso foi Karina Gallon, criadora dos produtos com o lema “Lute como uma garota”. A militante diz que sua personagem representava uma mulher solteira, mal-amada e chata, imagem essa personificada e criticada na sociedade patriarcal que resume assim as mulheres que lutam por seus direitos.

Publicidade
Publicidade
Nado News

Escrito por Nado News

Sou formado em Sistemas de Informação com pós-graduação em Gerenciamento de Projetos em T.I. Além de atuar como programador há 8 anos, trabalho também como redator há cerca de 3 anos, o que fez despertar uma nova paixão. Tanto que, atualmente, sou graduando em Letras - Português e Inglês. Escrevo sobre tudo o que envolve o mundo do entretenimento, além de falar sobre esportes e as principais notícias do dia a dia. Pode entrar em contato comigo através do e-mail nado_news@hotmail.com .