in

Resumo Malhação (15/07): Clara é manipulada por Malu e tenta sabotar reunião de Lica e Tina

Globo
Publicidade

No capítulo de Malhação, nesta quarta-feira, 15 de julho, Clara é manipulada por Malu e tenta sabotar reunião de Tina e Lica.

Ainda no mesmo capítulo, Malu garante para Edgar que Bóris está querendo acabar com a escola, fazendo coisas que fogem do padrão que sempre seguiram. Anderson não aceita realizar a entrega para Moqueca.

Lica afirma aos alunos que eles podem mudar a opinião de seus pais na reunião. Não querendo deixar Lica vencer mais essa, Malu pede que sua filha lhe ajude a convencer os pais que a irmã é uma doida, assim ela não conseguirá convencê-los de nada.

Publicidade
Publicidade

Tato despreza Keyla, em Malhação

Josefina não aguenta mais tanta reforma, reclamando da demora dos rapazes para terminá-la, pois não vê a hora da escola voltar a ser o que era antes. Tato dá um fora em Keyla, que é provocada por K2, mas não deixa barato, discutindo com a rival.

Luís se abre com Marta, revelando que sua filha brigou com ele por causa de Malu. Roney insiste com Keyla, querendo que ela entre em contato com Deco, tendo muitas coisas para acertar com ele, não podendo deixar para depois.

Das Dores quer que Tato estude, no capítulo de Malhação

Clara pressiona Guto para que ele fique contra as deias de Lica na reunião. Ellen tenta estudar com Fio, mas fica difícil, pois o estudante está jogando pesado para cima dela, na intenção de conquistá-la. Das Dores permite que Tato lhe ajude com suas coxinhas, mas com uma condição.

A avó de Ellen quer que ele volte para a escola, não parando de estudar. Edgar chega para participar da reunião de pais e mestres.

Publicidade
Avatar

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Next post

Ex-BBB Hana Khalil encerra polêmica após ter recebido auxílio emergencial sem necessidade

Luto na TV: jovem apresentador morre aos 49 anos, após sofrer aneurisma cerebral; fará muita falta