in

Câncer, AVC e parada cardíaca: como morreram alguns atores de Laços de Família

Globo / Montagem
Publicidade

A TV Globo informou nessa semana que a sucessora de Êta Mundo Bom no Vale a Pena ver de Novo será a novela Laços de Família. A obra assinada por Manuel Carlos foi produzida entre 2000 e 2001 e já foi reprisada uma vez na faixa da tarde da Globo, sem falar no quadro ‘Novelão’, exibido dentro do Vídeo Show, que também fez uma espécie de resumo da trama para os telespectadores.

Laços de Família é considerada um dos maiores fenômenos de audiência dos últimos 20 anos da Globo e é uma trama mais velha a ser exibida dentro da sessão de reprises do Vale a pena ver de Novo.

Por conta disso, após tanto tempo, muitos atores da trama já faleceram. Para lembrar alguns deles, listamos os artistas de Laços de Família que não estão mais entre nós. 

Publicidade
Publicidade

Fernando Torres

Marido de Fernanda Montenegro, o ator teve em Laços de Família a sua última novela. Ele veio a falecer em 2008, vítima de enfisema pulmonar. 

André Valle

Mais famoso por ter feito o Visconde do Sítio do Pica-Pau Amarelo, André Valle viveu em Laços de Família o personagem Onofre. O artista veio a falecer também em 2008, mas vítima de um câncer que atingiu o pâncreas e o fígado do famoso.

Luiz Baccelli 

Em Laços de Família, Luiz Baccelli fez o personagem Doutor César. O artista veio a falecer aos 69 anos de idade, no ano de 2013. A causa oficial da morte foi uma parada cardíaca. 

Umberto Magnani

Em Laços de Família, Umberto Magnani viveu o personagem Eládio. O ator era muito querido pelos seus companheiros de cena e veio perder a vida no ano de 2016, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC). 

Publicidade
Avatar

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

Next post

Xuxa Meneghel se emociona ao falar sobre problema de saúde da sua segunda mãe: ‘está em estado grave’

Aline Riscado se envolve em polêmica ao posar para foto ao lado de chefe do tráfico do Rio de Janeiro