in

Resumo Quando Me Apaixono (20/07): Josefina rouba filha de Regina para se vingar de Roberto

SBT
Publicidade

No capítulo de Quando Me Apaixono, no SBT, nesta segunda-feira, 20 de julho, para se vingar de Roberto, Josefina rouba filha de Regina.

Ainda no capítulo, a história começa com os protagonistas se encontrando em diversas ocasiões. Em um desses encontros casuais, fica claro para o rapaz que são duas irmãs, na qual uma delas tenta roubá-lo da outra.

Tempos depois, uma das jovens se mata. Uma volta no tempo de 24 anos, antes da morte de uma das jovens, mostra duas mulheres, ao mesmo tempo, parindo. Ambas são filhas do mesmo pai, mas não da mesma mãe. Embora seja muito feliz com Regina, Roberto teve um caso com Josefina antes de se casar.

Publicidade
Publicidade

Roberto tenta se livrar de Josefina

A mulher acabou engravidando dele, mas Roberto não contou para Regina o que havia acontecido. Josefina pressiona Roberto para que ele deixe Regina e fique com ela para criarem sua filha, mas ele se recusa.

Para acabar com seus problemas de uma vez, ele oferece dinheiro para que Josefina suma no mundo, deixando tudo para trás e não voltando nunca mais. Inconformada, ela invade a festa de um ano da filha que ele teve com Regina, armando o maior escândalo.

Josefina provoca discussão, que quase mata Roberto

Durante a discussão, Regina acaba descobrindo a traição do marido, resolvendo ir embora com a pequena Regina. Roberto não suporta a possibilidade do abandono e tem um infarto, sendo amparado imediatamente por sua mulher.

Aproveitando a distração de Regina, Josefina rouba a filha dela, indo embora o mais depressa possível para que ela não perceba. Quando Me Apaixono vai ao ar nas tardes do SBT, após O Que a Vida Me Roubou.

Publicidade
Avatar

Escrito por Rômulo NC

Ator, youtuber e redator, Rômulo N.C é formado pela casa de artes cênicas Recriarte e sempre atuou como escritor de diversos sites.

Next post

Resumo Ouro Verde (20/07): Bernardo perde o controle e agride Cláudia

Rodrigo Hilbert faz emocionante homenagem ao sogro que morreu com Covid-19: ‘Um pai’