in

Valdemiro Santiago apela, vende até colchão usando nome de Deus para ganhar dinheiro e é atacado

RD1 / Fernando
Publicidade

O pastor Valdemiro Santiago é um dos nomes mais polêmicos do mundo evangélico. Recentemente, ele deu o que falar ao vender a semente de feijão por R$ 1 mil. Na época, ele dizia que o produto seria miraculoso, sendo capaz até de curar do coronavírus. No entanto, agora Valdemiro Santiago tem um novo produto para vender na sua Ideal TV, ex-MTV. Como mostra o site Notícias da TV, o religioso estaria vendendo colchões. 

Em meio à crise financeira no Brasil, Valdemiro Santiago recorre à venda de colchão em canal religioso

A emissora de Valdemiro Santiago aluga 20 horas da programação da Ideal TV e até os intervalos têm a participação do líder da Igreja Mundial do Reino de Deus. Neles, o religioso aparece agora falando sobre a qualidade dos colchões que pertencem a Sono Quality. 

“Estou aqui para falar de um assunto diferente, do colchão Sono Quality. E olha que eu dormia na minha infância num chão batido, numa esteira de taboa. Olha o que Deus fez na minha vida. Hoje eu posso dormir num Sono Quality, que é o que tem de mais avançado em tecnologia em matéria de colchão”, diz o religioso, que até na hora da venda de colchão usa o nome de Deus. Curiosamente, no site da empresa não aparece o nome do pastor como um dos famosos que usa o tal colchão. 

Publicidade
Publicidade

Veja abaixo um vídeo que mostra o pastor da Igreja Mundial do Reino de Deus visitando a Sony Quality, empresa que ele tem feito propagandas na telinha:

Nas redes sociais, o pastor Valdemiro recebe um misto de amor de ódio. Enquanto alguns fiéis dizem que vão ajuda-lo, outros atacam o homem que tem programas religiosos na televisão brasileira.

Publicidade
Avatar

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

Next post

O Que a Vida Me Roubou: Maria dá resposta arrasadora para Alessandro, que tenta tirá-la da prostituição

Drogas, aborto e polêmicas: o Tony Ramos como você poucas vezes viu