in

Apresentadora demitida pela Globo joga tudo no ventilador: ‘Vivi meses de inferno’

TV Globo
Publicidade

A apresentadora Ellen Ferreira, que trabalhava para a Rede Amazônica, afiliada da Rede Globo de Televisão, tem dado o que falar, após exposição de fatos que teriam ocorrido em Roraima. Ela acusa um diretor da região de assédio sexual. Após a denúncia, Ellen Ferreira acabou sendo demitida da afiliada e expôs o caso ao colunista Leo Dias, do portal de notícias Metrópoles. 

Jornalista Ellen Ferreira, que comandou Jornal Nacional, narra dias de terror na Globo antes de demissão

Ellen Ferreira ficou conhecida em todo o país por ter apresentado o Jornal Nacional. Ela acusa um ex-diretor de jornalismo do canal de tratar mal funcionários e também de assédio sexual. A apresentadora conta que teve medo de expôr o profissional, porque isso poderia prejudicar a sua carreira. 

“Vivi meses de inferno”, disse Ellen Ferreira ao falar sobre a situação que mexeu com sua vida. O diretor em questão nega as acusações e diz que é contra o chamado jornalismo sensacionalista. Ele acusa Ellen Ferreira de fazer uma campanha de difamação para arranhar os seus mais de 30 anos de trajetória no jornalismo. 

Publicidade
Publicidade

“Os meus mais de 30 anos de jornalismo se pautam na honestidade, retidão de caráter e principalmente ética. Testemunhos de colegas a respeito de minha honestidade não faltam e têm sido de extrema importância, pois me confortam nesse verdadeiro linchamento a que estou sendo submetido”, disse o acusado ao falar sobre o tema. 

Veja abaixo um vídeo que mostra a ex-apresentadora da TV Globo fazendo as revelações do que viveu dentro da emissora:

Nas redes sociais, a apresentadora que já comandou até mesmo o Jornal Nacional tem recebido muito apoio. Alguns disseram que ela era muito corajosa em falar sobre o tema. 

Publicidade
Avatar

Escrito por FERNANDO B

As melhores notícias você encontra por aqui. Conheça essas e outras histórias.

Next post

Amante de Arthur Aguiar desabafa e dispara: ‘Ele pagou pra ficar comigo’

Traída mais de 50 vezes em três anos, Mayra Cardi acusa Arthur Aguiar de trocá-la por prostitutas