in

Fina Estampa: Pereirinha se recusa a entrar com Amália na igreja: ‘É pagar mico’

TV Globo
Publicidade

Em Fina Estampa, Pereirinha vai protagonizar um show de antipatia na trama. Depois de ficar anos desaparecido e distante dos filhos, o pescador se negará a acompanhar Amália no momento mais importante da sua vida; o dia do seu casamento. A noiva de Rafael convidará o pai para levá-la até o altar e receberá um belo não como resposta. O personagem de José Mayer dirá que isso é ‘pagar mico’.

Nas cenas que estão previstas para serem exibidas a partir do próximo mês na novela que a Globo está reprisando às 21 horas, Amália irá até a residência do pescador para fazer o convite. A morena questionará o que ele acha, ansiosa com a resposta.

Embora Amália esteja muito animada, Pereirinha não irá demonstrar nenhum pouco de simpatia com o convite. O charlatão começará dizendo que agradece pela filha ter se lembrado dele, mas para ele esse negócio de entregar a herdeira para o noivo no altar é pagar mico. A jovem ficará em choque com a resposta do pai e argumentará dizendo que é uma tradição.

Publicidade
Publicidade

Não bastasse negar o convite da única filha, o pai de Enzo ainda irá esculhambar o casamento da tia de Quizinho. O pescador retrucará que casamento para ele é uma coisa antiga, ultrapassada e careta. Só alguém sendo mesmo muito inocente para fazer isso. Se ela quer casar, paciência. Mas com ele do lado, realmente não dá.

Com lágrimas nos olhos, a cena não irá comover o canalha do folhetim de Aguinaldo Silva. O pescador dirá que sente muito. Teodora estará ouvindo a conversa escondida e tentará consolar a empresária de cosméticos.

A periguete dirá que ser rejeitada assim, é péssimo, com ela acontece todo dia, por isso já está calejada. Mas, a princesinha de Griselda provavelmente nunca passou por isso. O conselho não irá ajudar muito e Amália sairá apressada dizendo para não se preocupar, que ela sobrevive.

Publicidade
Next post

Ator Raúl morre e celebridades lamentam a perda do artista

Maju Coutinho anuncia que desembargador que humilhou guarda pode se dar muito mal