in

Luiz Bacci exibe homem casado que quase matou garota de 15 anos e pede paciência ao povo

Reprodução Record TV
Publicidade

Há duas semanas, o Cidade Alerta e o apresentador Luiz Bacci foram alvos de muitas críticas nas redes sociais depois de exibirem a imagem de um suspeito de um crime ocorrido no interior de São Paulo. O homem, que teve a imagem exibida com um borrão, teria sido morto por populares revoltados com o assassinato que ele supostamente havia cometido.

Nesta segunda-feira (27), Luiz Bacci exibiu um novo caso e a foto do homem que está sendo acusado de chantagear uma menina de 15 anos foi exibida ao vivo. Ricardo, como o homem foi identificado, foi denunciado para a Polícia Civil, após tentar matar uma garota de 15 anos, na zona leste da cidade de São Paulo.

O homem era inquilino na casa da menor de idade e era bem-visto por todos. Ricardo é casado e sua esposa está grávida de seis meses. Ele teria perseguido a jovem, cuja identidade não foi revelada. A história foi contada ao vivo por Bacci.

Publicidade
Publicidade

Cidade Alerta exibe caso ao vivo

Por mais de 30 minutos (veja no vídeo abaixo), o Cidade Alerta se dedicou a falar sobre este caso. Bacci explicou que muita gente vinha pedindo para que o assunto fosse abordado em suas redes sociais. No Twitter, havia pessoas detalhando o caso (os prints não serão exibidos aqui porque mostram a identidade da menor de idade).

Ricardo vinha assediando a jovem, a quem acusava de ter quebrado um cigarro eletrônico. Além de pedir dinheiro à garota, ele também queria ter relações com ela para não contar ao pai da menor sobre o ocorrido. Quando notou que não alcançaria seu objetivo, Ricardo atacou a jovem violentamente com golpes na cabeça. Ela quase morreu.

Bacci exibiu a foto do homem, mas pediu paciência ao povo que assista ao programa e que conhecia Ricardo. “As pessoas estão tão descrentes com os poderes públicos que acabam fazendo justiça com as próprias mãos”, disse Bacci, que afirmou que o povo não se conforma com a autoridade.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Após sofrer duro processo, justiça bate o martelo e define situação de Sonia Abrão

Luto na televisão: morre apresentador do Grupo Globo, vítima de Covid-19