in

Maradona perde familiar, vítima da Covid-19: ‘Companheiro de toda a vida’

Publicidade

Lenda do futebol mundial, o ex-jogador Diego Armando Maradona perdeu o seu cunhado, Raul Machuca, vítima da Covid-19. O marido da irmã de Pibe de Ouro tinha 77 anos e morreu nesta quarta-feira (13), após complicações no quadro de infecção do coronavírus.

A confirmação da morte de Raul foi feita pelo porta-voz da clínica Vicente Lopez, onde ele estava internado nos últimos 20 dias. Raul Machuca tinha sobrepeso e possuía problemas respiratórios. O seu quadro de saúde se agravou depois que ele contraiu o coronavírus. 

Em entrevista ao Canal 9, o filho de Machuca afirmou que o seu pai não recebeu os tratamentos de forma adequada. Ao que tudo indica, a irmã de Maradona foi quem passou a Covid-19 para o esposo, uma vez que ela chegou a testar positivo para a doença, mas teve um quadro assintomático.

Publicidade
Publicidade

Mensagem de apoio

Em suas redes sociais, Maradona mandou uma mensagem de conforto para a irmã, e também recebeu vários comentários de solidariedade.


“Kitty, irmãzinha, lamento profundamente a partida de Colo, seu companheiro de toda a vida. Sinto muito por você, por Sandra e por Christian. E agradeço a Deus por vocês continuarem comigo, juntos, como mamãe e papai nos ensinaram. Eu te mando um beijo enorme, eu te amo”
, disse Diego Maradona.

Maradona não quer voltar

Esta semana marcou a volta da equipe de Maradona, o Gimnasia La Plata, aos treinamentos. Por integrar o grupo de risco da Covid-19, o ídolo da Albiceleste optou por não se apresentar com os demais membros da comissão técnica e jogadores. O craque chegou a ser submetido a exames, em que testou negativo. Mesmo assim, o cenário para o seu regresso ainda segue indefinido.

Publicidade
Next post

Totalmente Demais: Sofia arma para matar Eliza e acaba assassinada por comparsa

Maju Coutinho enche o Brasil de esperança com a notícia positiva do dia