in

Fantástico mostra força da Globo e exibe detalhes inéditos sobre caso Isabele

Reprodução Globo
Publicidade

O Fantástico deste domingo (16) exibiu longa reportagem sobre o caso Isabele, adolescente de 14 anos, morta em condomínio de luxo de Cuiabá, no Mato Grosso. A reportagem feita por Ianara Garcia teve mais de oito minutos e mostrou, mais uma vez, a força do jornalismo da Rede Globo ao mostrar o resultado das perícias nos celulares apreendidos.

“A adolescente de 14 anos foi atingida por um tiro disparado por uma amiga da mesma idade, em condomínio de luxo em Cuiabá. A amiga, os pais e os namorados são Cacs, significa caçadores, atiradores e colecionadores. A conclusão da perícia pôs em cheque a versão da jovem de que o tiro teria sido acidental”, disse a repórter.

A reportagem mostrou que, em depoimento, a amiga de Isabele havia dito que a arma caiu no chão e disparou quando ela pegou. O laudo mostra que o tiro foi efetuado em uma distância de 20 a 30 centímetros, de uma altura de 1,44 metro. O disparo não teria sido acidental.

Publicidade
Publicidade

Fantástico exibe trecho do depoimento da adolescente

Na reportagem, a revista eletrônica semanal da Rede Globo exibiu trecho do depoimento da adolescente que estava com a arma. “Aí eu fechei o olho e eu comecei a gritar porque eu fiquei com medo de ter acontecido alguma coisa”, disse a adolescente em depoimento à polícia.

O Fantástico teve acesso à perícia realizada nos celulares da jovem que atirou e do namorado dela. No primeiro, não havia nenhuma mensagem que identificasse qualquer problema entre as amigas. No celular do rapaz, havia troca de mensagens com o irmão dele em que falavam sobre a tragédia. O rapaz foi orientado pelo irmão a salvar todas as conversas do WhatsApp porque iriam querer incriminá-lo.

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post