in

Bomba: Thammy Miranda decide abrir processo por homofobia contra Silas Malafaia

Reprodução/ Diário 24 horas
Publicidade

Thammy Miranda optou por acionar a justiça por homofobia contra o pastor Silas Malafaia, após o líder religioso propor um boicote a marca de cosméticos e perfumaria Natura, devido escolherem o filho de Gretchen como estrela da campanha do Dia dos Pais.

No dia 23 de julho, conforme acordo com a Natura, Thammy postou em suas redes sociais um vídeo com seu filho Bento e um texto sobre paternidade finalizado com a hashtag da campanha: #meupaipresente. Rapidamente começaram a aparecer diversos comentários de pessoas que não concordavam com um homem trans representar todos os pais do país. Entre esses comentários estava o de Silas:“Vamos boicotar a Natura. Coloca uma mulher para fazer papel de homem no Dia dos Pais. Uma afronta aos valores cristãos. Somos maioria!”.

No entanto, após o boicote sugerido pelo pastor, a Natura registrou uma alta expressiva na bolsa de valores, com suas ações subindo 10,09%. Não é possível concluir com certeza se foi a campanha a responsável pela empresa ter esse crescimento e certamente a própria recuperação da bolsa influenciou.

Publicidade
Publicidade

Em entrevista ao colunista Leo Dias, Thammy assumiu que abrirá um processo contra Malafaia. “O que ele fez é crime e a gente não pode mais deixar passar impune. Esse crime, que ele vem cometendo há um bom tempo e ninguém faz nada, mata milhares de pessoas”, disse o ator. 

Thammy acredita que sua conduta não é só para o próprio bem, mas também servirá para assegurar que outras pessoas da sigla  LGBTQIA+ não precisem passar pelo mesmo tipo de preconceito no futuro.

Publicidade
Next post