in

Flordelis atraía frequentadores de igreja para ter relações, detalhes são revelados por testemunha

Luciano Belford/Agência O DIA
Publicidade

Investigada por ser suspeita de mandar assassinar seu marido, Anderson Carmo, a deputada federal Flordelis vê seu cenário se complicar cada dia mais, com a revelação de novas polêmicas. O fato de ampla repercussão mais recente foi relatado por uma testemunha, que era um antigo frequentador da igreja da parlamentar.

Segundo o homem de 48 anos, que não teve a sua identidade revelada pela Justiça, Flordelis atraía fiéis para sua igreja no intuito de manter relações íntimas com eles. O depoimento foi dado na Delegacia de Homicídios de Niterói, durante as investigações acerca da morte do pastor Anderson Carmo; e outras revelações da vida de Flordelis foram feitas.

O homem relatou aos investigadores que era um obreiro da igreja na época em que ela funcionava na Zona Norte do Rio, mais precisamente no bairro do Rocha. A testemunha, que afirmou frequentar a casa da família, alega ter percebido que pessoas que frequentavam os cultos eram atraídas para a residência da deputada, com o intuito de se relacionar com ela. Na oportunidade, Flordelis e Anderson Carmo já eram casados.

Publicidade
Publicidade

No depoimento em que o jornal Extra teve acesso, a testemunha afirma que acredita ter sido atraído pela pastora com esse objetivo. Ele contou que a parlamentar tentou seduzi-lo em duas oportunidades, mas rechaçou ter se tornado mais íntimo dela.

A resposta

Procurada pela reportagem do Extra, a deputada federal negou todas as acusações feitas pela testemunha. “Que ele (testemunha) prove isso. É mentira. Isso nunca existiu”, disse de forma curta a parlamentar, que segue se defendendo das acusações de ordenar o crime do próprio marido.

Publicidade
Next post

Neymar e Regina Duarte estarão em A Fazenda 2020? Diretor da Record dá esclarecimentos sobre o reality show

Latino e a noiva foram infectados pela Covid-19: ‘Vamos passar por essa com fé’