in

Por onde anda o Art Popular, grupo do hit Pimpolho nos anos 90

Reprodução: Cordero Virtual
Publicidade

Nos anos 90, o pagode tomou conta das paradas de sucesso e várias bandas ficaram famosas dentro e fora do Brasil. Com o passar dos anos e as mudanças do mercado musical no país, a maior parte dos grupos criados e exaltados naquela época já não existem mais, e os que sobreviveram ao tempo, nem sempre contam com a mesma formação e reconhecimento do passado.

Esse é o caso do Art Popular, que coleciona hits típicos dos anos 90. O líder do grupo é Leandro Lehart, que em 2002 pegou muitos fãs de surpresa ao deixar a banda. Em 2017, quinze anos após a saída, o cantor divulgou um vídeo ao lado dos demais integrantes do grupo para anunciar seu retorno, que dura até hoje.

Durante as quase duas décadas longe do Art Popular, Leandro seguiu carreira solo e evitava se apresentar cantando os sucessos do passado. Em entrevista ao Câmera Record de março de 2017, Lehart declarou que não queria viver de passado e, por isso, evitava ficar preso nos sucessos do Art Popular, mas negou que tenha deixado de cantar as canções, sendo que grande parte delas são de autoria dele mesmo.

Publicidade
Publicidade

O grupo continuou também sem Leandro, mas tanto no período em que ele esteve longe, quando nos dias atuais, o Art Popular não tem mais o sucesso do passado. O mercado mudou, a forma de se comprar música também, e os estilos musicais que mais vendem no país não incluem o pagode, apesar de existirem grandes cantores do estilo que resistem ao tempo e fazem sucesso, como Sorriso Maroto, Alexandre Pires, e mais recentemente, Dilsinho.

Atualmente, o Art Popular tem uma página oficial no Instagram seguido por pouco mais de 100 mil pessoas, número muito abaixo ao número de pessoas que cresceram ao som do Pimpolho, maior hit de Leandro e do grupo.

O nome do Art Popular tem grandes chances de se popularizar um pouco mais nos dias atuais, mesmo com a pandemia que impede a realização de shows por conta das aglomerações, mas por conta de Pimpolho, músico da banda, ser um reserva de A Fazenda 12. Caso ocorra alguma expulsão ou desistência ao longo do programa, ele pode entrar no reality. O programa dispõe de quatro reservas, sendo duas mulheres e dois homens. Todos estão dispensados do confinamento, mas podem ser chamados se houver necessidade.

Publicidade
Avatar

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades

Next post

Resumo Chiquititas (09/09): Carol briga com Carmen ao vê-la maltratar Mosca

A Fazenda 12: sósia de Jojo Todynho detona cantora; ‘ela já não faz mais nem sucesso’