in

Silas Malafaia diz que caso Flordelis e Pastor Everaldo mostra o ódio das pessoas contra evangélicos

Portal do Trono/IG/Montagem Guti M.
Publicidade

Silas Malafaia, figura polêmica do meio protestante e que já criticou, inclusive, religiosos que não pensam como ele, como Edir Macedo, está sempre expressando sua opinião sobre diversos casos que ocorrem no Brasil, mesmo quando se trata de acontecimentos com famosos.

Na última semana, o pastor usou sua conta no Twitter para demonstrar a sua indignação com as pessoas que estariam agindo de forma preconceituosa com os evangélicos, desde que seu amigo, Pastor Everaldo, e a deputada federal, Flordelis, se tornaram alvo da polícia.

Segundo o religioso, as pessoas começaram a generalizar quem é evangélico, por conta de duas pessoas do meio terem feito algo errado. “É tão raro a participação de evangélicos nessas coisas, que quando aparece vira manchete. Nem Jesus escapou, dos 12, um era mau caráter”, escreveu em uma das suas publicações do microblog.

Publicidade
Publicidade

Malafaia afirmou que existem mais de 60 milhões de evangélicos no Brasil, mas que mesmo assim, meios de comunicação conhecidos estavam tornando manchete o caso de apenas dois como se todos da religião fossem iguais.

Algumas publicações, sobretudo uma assinada Anderson França, no portal Metrópoles, foi acusada nas redes sociais de generalizar quem segue o cristianismo protestante como pessoas iguais a Flordelis e Everaldo. Ele chegou a dizer que tudo o que andam falando sobre crentes era pouco perto do que mereciam.

O pastor Malafaia também se envolveu em outras polêmicas recentes, como quando arranjou briga com quem apoiou a menina de 10 anos que engravidou após abuso no Espirito Santo. Malafaia não ligou para o crime que a criança foi vítima, mas sim pelo fato dela ter interrompido a gestação.

Avatar

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades