in

Bolsonaro é notícia no Jornal Nacional e Bonner divulga informação que interessa ao Brasil

Reprodução Globo / Facebook Jair Bolsonaro
Publicidade

O Jornal Nacional deu uma importante notícia ao Brasil em meio a pandemia do novo coronavírus. Ao vivo na tela da TV Globo, William Bonner anunciou importante decisão tomada pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido): Eduardo Pazuello será oficializado como ministro da Saúde.

Pazuello assumiu a pasta interinamente em maio, depois de substituir Nelson Teich. Somente agora, quase quatro depois de ter assumido, é que ele vai ser oficializado como titular da pasta. Até então, ele constava como ministro interino da Saúde. 

Desde o começo da pandemia, em março, Pazuello foi o terceiro a assumir o cargo. Luiz Henrique Mandetta, que estava na pasta desde o começo do mandato de Bolsonaro, em janeiro de 2019, saiu em abril, após sucessivos desgastes com o presidente. Teich assumiu e ficou apenas um mês no cargo.

Publicidade
Publicidade

JN dá outra importante notícia envolvendo Bolsonaro

O Jornal Nacional também exibiu reportagem explicando que Bolsonaro vetou perdão a dívidas da Contribuição Social sobre o Lucro Líquido por igrejas e outras entidades religiosas. O tema foi assunto na semana passada e Bolsonaro anunciou o veto na noite de domingo, com medo de incorrer em crime de responsabilidade e podendo sofrer impeachment.

No JN, Bonner anunciou a reportagem e explicou que, apesar do veto, o próprio Bolsonaro sugeriu aos deputados que o derrubassem. A repórter Delis Ortiz mostrou que o enxerto na lei foi feito pelo deputado federal David Soares, filho do missionário R.R. Soares, da Igreja Internacional da Graça de Deus.  

Publicidade
Avatar

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post

Após 20 anos, como estão os atores de Laços de Família que sumiram da TV

Resumo Floribella (16/09): armação de Joca faz Flor entrar em grande confusão