in

Após decisão judicial polêmica, Britney Spears diz que tem medo do pai e que não voltará a cantar

ABC
Publicidade

A cantora pop Britney Spears teve uma nova derrota na justiça a favor de seu pai, James Spears. James é quem administra todas as finanças da artista decorrentes de sua carreira de cantora, além de sua vida pessoal, com restrições a visitas para a filha.

Britney não teve um acordo consensual com o pai, então ingressou na justiça mais uma vez para que possa administrar seus bens e sua carreira sozinha, mas a juíza Brenda Penny decidiu que James deve continuar responsável pelos bens da filha.

Uma das justificativas da defesa de James é que ele deve continuar cuidando do dinheiro e carreira da filha, pois após ela ter aquela fase difícil decorrente de seu divórcio e perda da guarda dos filhos, em 2007, ele conseguiu quitar todas as suas dívidas e acumular uma fortuna de 60 milhões de dólares. Na época, ele obteve o direito judicial de cuidar da carreira da filha por conta de seus problemas com álcool, drogas e estar com a saúde mental debilitada, em uma situação que os fãs e o mundo dos famosos acompanhou até a recuperação e retorno da artista.

Publicidade
Publicidade

O advogado de Britney Spears, Samuel Ingham, declarou que sua cliente deixou claro que tem medo do pai e que não voltará a cantar se ele continuar responsável por sua carreira, retirando dali os ganhos dos quais ele administra.

Britney recebe o apoio de famosas para que possa ter o direito de cuidar de suas próprias finanças, já que é uma mulher adulta de 39 anos. Miley Cyrus e Cher são algumas das famosas que apoiaram a artista. Os fãs também criaram correntes apoiando a cantora nas redes sociais.

Britney fez sua última apresentação em 2018 e não tem planos de retomar enquanto seu pai for o responsável legal de sua carreira.

Publicidade
Guti M

Escrito por Guti M

Redator de entretenimento e curiosidades

Next post