in

Datena não perdoa Mourão e faz o que Maju Coutinho não teve coragem

Reprodução Band / Reprodução Globo
Publicidade

Vice-presidente da República, o general Hamilton Mourão deu entrevista ontem e afirmou que no Brasil não existe racismo. As declarações ocorreram logo depois de ele lamentar a morte de João Alberto Silveira Freitas, de 40 anos, morto por seguranças de uma unidade do Carrefour, em Porto Alegre.

O homem foi espancado por seguranças do local e não resistiu aos ferimentos. Ele morreu no local, apesar de o Samu ter sido acionado e prestado socorro à vítima. João Beto, como era conhecido, havia ido ao supermercado acompanhado da esposa.

Maju Coutinho exibiu fala de Mourão

O comentário de Hamilton Mourão foi exibido no Jornal Hoje, mas Maju Coutinho preferiu não comentar. Nas redes sociais, a jornalista foi criticada por alguns internautas. Logo depois de exibir Mourão falando que não existe racismo no Brasil, Maju mudou de assunto e anunciou a última reportagem do JH, sobre ensaios fotográficos de crianças adotadas.

Publicidade
Publicidade

Datena critica Mourão no Brasil Urgente

Ao vivo na Band, José Luiz Datena não poupou Mourão de críticas. O apresentador do Brasil Urgente falou sobre a escravidão no Brasil, disse que este período só acabou por pressão da Inglaterra e criticou o vice-presidente. “Com todo respeito ao general Mourão, ao cargo dele, nessa aí o senhor está completamente enganado”, disse Datena.

“Como jornalista eu continuou afirmando que há muito preconceito contra negros no Brasil, não é pouco não”, finalizou o apresentador do Brasil Urgente, programa que também fez extensa cobertura sobre a morte de João Alberto.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network desde 2015.
Fale comigo: diogojornalismo@yahoo.com.br

Next post