in

Bonner, ao vivo no JN, dá notícia mais preocupante: ‘Autoridade reconhece chegada de segunda onda’

Reprodução Globo
Publicidade

O coronavírus, causador da pandemia mundial de Covid-19, ainda não está com seus dias contados. Apesar do início das vacinações em massa e movimentos que prometem agilizar a imunização da população contra o vírus, o jornalista William Bonner, âncora do JN, abriu o editorial com a preocupante notícia a respeito de uma segunda onda de coronavírus.

Segundo o jornalista, enquanto ainda anunciava as matérias de destaque da abertura, o Governo do DF reconheceu a chegada de uma segunda onda de coronavírus em seu território.

Logo em seguida, o JN mostrou a situação de ocupação dos leitos de UTI no país, apontando que em diversas capitais, a rede está muito próxima de uma saturação. No Rio de Janeiro, capital fluminense, a situação é bem alarmante. Os hospitais de campanha foram desmontados, alguns sequer chegaram a funcionar e a fila de espera por um leito de UTI já é uma realidade.

Publicidade

JN, com Bonner, mostra reconhecimento de chegada da segunda onda

Bonner comentou que o Governo do DF reconheceu a chegada da segunda onda de coronavírus. Junto com esse reconhecimento e com a sinalização de que a taxa de transmissão está em 1,3, foi realizado o anúncio de novas medidas de restrição para frear a disseminação do vírus. Por lá, já são 230 mil casos confirmados e 3939 mortos.

O Jornal Nacional ainda mostrou que um especialista teria feito a projeção, cerca de um mês atrás, alertando sobre o risco da segunda onda de Covid-19 na região, na época ele pediu que a população do DF evitasse aglomerações.

Publicidade
Publicidade
Evandro

Escrito por Evandro

O mundo do entretenimento é a minha vida.