in

Triunfo do Amor: Linda morre, ao contrário das outras versões

Reprodução/Televisa/SBT
Publicidade

Triunfo do Amor está sendo exibida pela primeira vez no SBT e quem está acompanhando a trama já percebeu que ela é uma adaptação da mesma história de O Privilégio de Amar (veiculada várias vezes no canal) e Cristal (versão brasileira da obra). No entanto, isso não significa que as três sejam iguais e sigam a mesma narrativa do início ao fim.

Triunfo do Amor tem diferenças das outras versões

A personagem Linda (Dorismar), ao contrário das outras adaptações, terá um final trágico nesta nova versão. Em O Privilégio de Amar (1998), o papel equivalente é Lourença (Sabine Moussier), enquanto em Cristal (2006), é Inocência (Bárbara Paz). Elas têm basicamente a mesma história: são jovens ambiciosas que se apaixonam por um homem casado e viram amante dele.

Nas versões famosas, a personagem descobre que tem um câncer de mama. Isso faz com que ela reveja toda sua vida, se tornando mais humilde e buscando um amor verdadeiro. A abordagem do câncer é um grande destaque na narrativa. Tanto Lourença, quanto Inocência, conquistaram o público.

Publicidade

Linda morre atropelada em Triunfo do Amor

Já Linda ganhou o ódio do público. Foram inúmeras críticas à atuação de Dorismar. Por isso, o produtor de Triunfo do Amor decidiu por um fim nela. Antes mesmo da metade da novela a jovem terá um final trágico, morrendo atropelada.

Triunfo do Amor tem 176 capítulos, muito mais que Cristal ou O Privilégio de Amar. Com essa extensão, já é previsível que a morte de Linda não seja a única mudança feita no folhetim. É um remake de uma história conhecida, mas que trará muitas diferenças ao longo da novela.

Publicidade
Publicidade
Tiago Santos

Escrito por Tiago Santos

Estudante de Jornalismo. Especialista em televisão. Atuando como redator há seis anos, com passagem em diversas plataformas. Meu contato é: bringbacknashville@gmail.com