in

Exclusivo: Justiça finaliza com sentença inesperada caso envolvendo piscina da atriz Christiane Torloni

UOL
Publicidade

A Justiça publicou recentemente a sentença sobre o caso envolvendo a briga em torno da reforma da piscina da atriz Christiane Torloni. O resultado foi inesperado para ambos os lados. Após solicitar uma reforma para aplicar um novo revestimento à piscina do seu apartamento de luxo na Barra da Tijuca, a artista ficou insatisfeita com o acabamento da obra e não pagou. Em maio de 2020 ela recebeu uma ação de cobrança com pagamento de indenização por parte da loja.

De acordo com a dona da empresa – especializada em serviços de conservação – Eliane Soares da Silva, Cristiane Torloni contratou o fornecimento de revestimento de vinil da piscina em seu apartamento por R$ 9.650,00 sendo acertado que o pagamento seria: R$ 4.825,00 no ato da contratação e a diferença de R$ 4.825,00 seriam pagos em duas parcelas de R$ 2.412,50 para 30/60 dias. 

A empresa também argumenta que Torloni colocou seu engenheiro pessoal para acompanhar e supervisionar a obra e afirma que o serviço foi feito corretamente. Além disso, acrescenta que finalizou os serviços dentro do prazo estipulado. Entretanto, ainda de acordo com a loja, Torloni pagou a primeira parcela e abandonou as últimas duas. Eliane narra que tentou cobrar então amigavelmente a atriz enviando cartas e solicitando a quitação.

Publicidade

Ainda segundo a empresária, depois de muito tempo teve retorno da atriz: segundo o comunicado ela não iria pagar porque não concordava com a proteção da borda (vinda do fabricante). O motivo seria uma barra azul pouco abaixo da borda da piscina, que, segundo Torloni, estaria destoando do conjunto, e que o desejo sempre foi ter um acabamento uniforme. Confira as fotos:

Para piorar a relação até então pacífica,  a loja acusa a atriz de ter ameaçado eles, e diz que Torloni “é uma pessoa com fama provisória”, (pois estamos nessa terra somente de passagem) e que “a atriz não é Deus.”

De acordo com o fabricante, a montagem foi feita correta e no modelo escolhido pela atriz é possível ver pela internet todo acabamento feito dessa forma. Torloni disse que a empresa não mostrou essa diferença no projeto original e que só iria pagar se fosse refeito. 

Justiça dá sentença inusitada

No início desse mês a Justiça proferiu uma sentença sobre o caso que nenhum dos lados esperava. Segundo a juíza, a empresa abriu a ação no Juizado Especial de Pequenas Causas, sem, entretanto, comprovar documentalmente como a burocracia jurídica ordena que é uma pequena ou micro empresa, únicas que poderiam buscar direitos pelo Juizado especial.

A Justiça destaca que foi apresentado apenas uma planilha de fluxo de caixa da empresa feita por um contador pessoal e que as demais documentações necessárias não foram protocoladas. Dessa forma, a Justiça mandou extinguir e arquivar o caso. Agora resta saber se a empresa vai reingressar com a ação para ter o pagamento pelos serviços prestados. Confira acima o edifício que a atriz mora.

Publicidade
Publicidade
Alessandro Lo-Bianco

Escrito por Alessandro Lo-Bianco

Passou pelas redações da BandNews, Editora Abril, Jornal O Dia, Rádio CBN, Jornal O Globo e RecordTV. Autor de 11 livros, é atualmente colunista do programa A Tarde é Sua da Rede TV! Tem nove prêmios de Jornalismo, dois cachorros e é pai de menina.