in

Jornal Nacional chora a morte de pessoas queridas e termina em completo luto

Reprodução Globo
Publicidade

O Jornal Nacional é o principal telejornal da TV brasileira. Exibido pela TV Globo desde o fim dos anos 1960, o JN é uma das principais fontes de informação para a população brasileira. Neste período de pandemia, o telejornal tornou-se ainda mais uma referência e viu sua audiência crescer.

Desde o início da pandemia, o Jornal Nacional tem dado amplo destaque à Covid-19 e informado os telespectadores com diversas reportagens sobre o assunto. Outra forma de o JN chamar a atenção para a pandemia é o encerramento de luto que se tornou comum.

Sempre que o país atinge uma marca redonda de mortes, o telejornal é encerrado de luto. Foi assim na edição de ontem, apresentada por Hélter Duarte e Mariana Gross. Os telespectadores mais uma vez foram impactados pelo fim triste do telejornal exibido pela Globo.

Publicidade

JN lamenta mortes e termina de luto

Após a última reportagem do dia, Hélter e Mariana Gross encerraram o Jornal Nacional. “Nós terminamos o Jornal Nacional desta sexta-feira com o nosso respeito às mais de 185 mil famílias em luto na pandemia”, disse Hélter Duarte. No telão, atrás deles, havia a inscrição “185.687 vidas perdidas”.

Mariana Gross ficou em silêncio, não houve o tradicional boa noite e a trilha do telejornal também não foi executada. Nas redes sociais, internautas repercutiram o término do Jornal Nacional. O Brasil é o segundo país com o maior número de mortes em todo o mundo, somente os Estados Unidos, que ultrapassou a marca de 300 mil, está à frente. O Brasil registra sete milhões de casos.

Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!

Next post