in

Morte de Nicette Bruno gera onda de comentários contra Bolsonaro nas redes sociais

Reprodução TV Globo
Publicidade

A atriz Nicette Bruno morreu em decorrência da Covid-19, doença causada pelo coronavírus, na manhã deste domingo (20). Aos 87 anos, a veterana da TV brasileira estava internada desde o fim de novembro, após contrair a doença em casa.

Nicette recebeu a visita de um parente que estava assintomático e transmitiu a Covid para ela. Nos primeiros dias, a atriz teve sintomas leves da doença. O quadro, no entanto, se agravou até que ela precisou ser internada na Casa de Saúde São José, no Rio de Janeiro.

Nicette passou o mês de dezembro internada em estado grave. Entubada e sedada, ela respirava com ajuda de aparelhos na unidade de terapia intensiva (UTI). Aos 87 anos, ela fazia parte do grupo de risco para a Covid. Depois de quase um mês de luta, ela não resistiu e morreu.

Publicidade

O que Bolsonaro tem a ver com a morte de Nicette Bruno?

A princípio, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) não teria nada a ver com a morte da atriz Nicette Bruno. Mas, para alguns internautas, o presidente, de alguma forma, é culpado pelo que aconteceu. Bolsonaro tem sido criticado nas redes sociais.

A maneira como o presidente tem tratado a doença fez com que ele fosse criticado. Desde o início da pandemia, em março, Bolsonaro vem sendo muito criticado. Nos primeiros meses, por exemplo, ele chamou a Covid-19 de “gripezinha” durante pronunciamento na TV.

As atitudes do presidente são polêmicas. Recentemente, ele disse que não vai tomar a vacina contra a Covid e garantiu que a vacinação não será obrigatória no país. Pesquisa do Datafolha mostrou que Bolsonaro tem 38% de aprovação. 

Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!