in

Morre querido cantor e fãs ficam sem acreditar: ‘Descanse em paz’

Publicidade

2020 se tornou um ano de grande mortes, principalmente em decorrência da Covid-19, doença provocada pelo coronavírus. Mas, além dos óbitos de anônimos, houve também falecimentos no cenário artístico, o que causou uma enorme onda de dor e sofrimento, além de extrema comoção entre o público de fãs.

Entre as mortes mais recentes no meio artístico estão a da atriz Nicette Bruno, vítima de complicações da Covid-19; o ator Chdwick Boseman, devido a um câncer; o sertanejo Henrique, vítima de um acidente; e a atriz Naya Rivera, que faleceu após um afogamento.

Mas as mortes entre os famosos não pararam por aí. Neste fim de ano há muitas perdes no meio televisivo e musical, como a do cantor panamenho e compositor Carlos Cleghorn Espino, que faleceu no último sábado (26/12). Não foi informada a causa da morte.

Publicidade

Carlos, que era pai do ex-deputado Luiz Agapito, foi compositor de grandes nomes da música colombiana como Osvaldo, Lucho De Sedas, El Mechi Blanco, Dorindo Cárdenas, Alfredo Escudero, Chilo Pitty, entre muitos outros.

No ano de 2008, por causa de sua carreira musical de sucesso, Carlos foi convidado para ser jurado em um programa de talentos, atualmente extinto, chamado Semillas de Cantores, grande sucesso na televisão em seu país. Ao longo de sua jornada como cantor, ele teve centenas de composições próprias famosas. Lembre quais foram as celebridades que morreram em 2020:

Entrando na lista de famosos que despediram da vida, Carlos tinha 74 anos e seu falecimento foi lamentado por muitos de seus amigos e fãs: “Descanse em paz“, disse um. “Paz para sua alma“, comentou outro. Informações sobre velório e sepultamento ainda não foram divulgadas pela família.

Publicidade
Publicidade
Aurilane Alves

Escrito por Aurilane Alves

Escrevo sobre os assuntos mais bombados do momento, famosos, curiosidades, notícias em geral.