in

Remake de A Usurpadora tem Paola Bracho lésbica e Carlinhos usuário de drogas

Reprodução/Televisa
Publicidade

A Usurpadora é uma das novelas mexicanas mais famosas de todos os tempos. A versão de 1998 é a mais famosa de todas, mas a história é bem mais antiga, tendo surgido como radionovela em meados dos anos 50. O México já realizou três versões, a Venezuelana duas e a Colômbia uma – sendo esta última bem diferente das outras adaptações.

Colômbia fez adaptação ousada de A Usurpadora

O remake colombiano foi produzido no ano de 2012 sob o título de ‘Quem é Você’. A trama foi uma superprodução, realizada em parceria com a própria Televisa. Grande parte da história foi alterada.

Nesta adaptação, Paola e Paulina, que se chamam Natalia e Verônica, já se conheciam e a gêmea boa assumiu o lugar da irmã como um favor – não obrigada. Natalia (a Paulina), por sinal, não é tão puritana e começa a pegar o personagem equivalente a Carlos Daniel, mesmo sendo marido de sua irmã.

Publicidade

Muitos personagens tem diferenças cruciais. A vilã Verônica, baseada em Paola Bracho, tem um caso lésbico na novela com outra personagem, Florencia, secretária do esposo. Houve beijo gay e cenas quentes entre as duas. No entanto, não foi um romance, já que a megera fez isso por interesse, a fim de dar um golpe na empresa do marido.

Carlinhos e Lizete são adolescentes em remake de A Usurpadora

Outra diferença notável são os personagens Carlinhos e Lizete. Nesta versão, eles não são crianças e se envolvem em histórias pesadas. Carlinhos se torna usuário de drogas, chegando até mesmo a virar traficante. Já Lizete, uma adolescente, tem um caso com um professor da escola e acaba ficando grávida.

Essa versão não fez muito sucesso e passou despercebida – apesar das polêmicas do enredo. Recentemente, outra adaptação foi feita, desta vez pela Televisa no México, em formato de minissérie. A nova releitura está disponível no serviço de streaming Prime Video, da Amazon.

Publicidade
Tiago Santos

Escrito por Tiago Santos

Estudante de Jornalismo. Especialista em televisão. Atuando como redator há cinco anos, com passagem em diversas plataformas. Meu contato é: bringbacknashville@gmail.com

Next post