in

Morte de Jorge Lafond completa 18 anos e passado do padre Marcelo Rossi vem à tona

Reprodução Folha Pernambuco / Reprodução SBT
Publicidade

A morte do ator e dançarino Jorge Lafond completa 18 anos nesta segunda-feira (11). Lafond morreu em decorrência de problemas cardiorrespiratórios em 2003. O artista ficou nacionalmente conhecido pelo personagem Vera Verão do humorístico A Praça É Nossa, do SBT.

No quadro, Lafond interagia com Carlos Alberto de Nóbrega e com algum outro convidado e descia do salto quando alguém a chamava de bicha. “Bicha não, eu sou uma quase (e citava o nome de uma artista famosa)”, dizia a personagem. No dia do aniversário da morte de Lafond, o colunista Fefito, do UOL, escreveu um texto recordando a carreira do artista.

Dois episódios são destaque na trajetória de Lafond e ambos aconteceram em 2002. No primeiro deles, o artista foi o mais votado em uma enquete sobre quem deveria participar do reality show Casa dos Artistas 2. Na época, o reality do canal de Silvio Santos era uma febre e garantia altos índices de audiência ao SBT.

Publicidade

Apesar de ser o mais votado, Lafond foi vetado pela diretoria da emissora no reality show. O segundo episódio, ainda mais marcante, aconteceu no Domingo Legal. O intérprete de Vera Verão foi retirado do palco para que o padre Marcelo Rossi pudesse se apresentar. O caso gera revolta até hoje.

Ao TV Fama, Lafond deu forte declaração à época. “Me magoou muito. Se eu tivesse mandado ele para aquele lugar eu não estaria estressado como ainda estou”, contou. Mesma situação já havia ocorrido em uma emissora de rádio. Nas redes sociais, muitos internautas estão recordando o episódio e criticando o padre.

Publicidade
Publicidade
Diogo Marcondes

Escrito por Diogo Marcondes

Jornalista formado desde 2015. Jornalista por vocação desde que nasceu. Redator da i7 Network. Aqui escrevo sobre política, futebol, TV & famosos e qualquer outro assunto que esteja repercutindo no Brasil e no mundo.
Entre em contato comigo pelo @DiogoMarcondes no Twitter!