in

Em Boletim de Ocorrência, Duda Reis acusa Nego do Borel de violência, abuso e transmissão de HPV

Publicidade

A polêmica separação de Nego do Borel e Duda Reis segue ganhando novos desdobramentos. Recentemente, após áudios da influencer Lisa Barcelos serem vazados, Duda se manifestou acerca do relacionamento abusivo que viveria com o cantor. Nos registros que circularam na web, Lisa afirma que manteve relações íntimas com o funkeiro dentro de sua casa da Barra da Tijuca, Rio de Janeiro.

Na época, Nego estaria comprometido com Duda Reis, que ficou sabendo da suposta traição através de uma vizinha do cantor. A modelo usou as redes sociais para revelar que teria colocado um fim da relação após tomar conhecimento de diversas traições. Duda disse, ainda, que chegou a ser agredida e teve a família ameaçada de morte pelo ex.

Na última quarta-feira (13), Nego do Borel usou seu Instagram para negar as acusações e afirmar que se pronunciaria contando toda a verdade em breve. Nesta quinta (14), Duda esteve na 1ª DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), em São Paulo, para registrar um Boletim de Ocorrência contra o cantor.

Publicidade

De acordo com o site UOL, a modelo afirma que foi agredida e abusada pelo ex, que, inclusive, teria lhe transmitido HPV, doença sexualmente transmissível. “Vítima foi traída diversas vezes pelo autor sem que soubesse, e que contraiu HPV do autor. Duda só teve um parceiro sexual antes do agressor. Ele manteve relação sexual com outras mulheres”, diz um trecho do documento.

O Boletim ainda afirma que Duda Reis fez o requerimento de medida protetiva contra o funkeiro com base na Lei Maria da Penha. O cantor, desta forma, fica impedido de se aproximar da modelo. Nego do Borel também registrou um Boletim de Ocorrência contra a ex por calúnia, injúria e difamação.

Publicidade
Publicidade